Gastronomia alemã atrai visitantes para a 32ª Fenarreco

Nesta quinta-feira, 12, foram comercializadas 2,5 mil refeições entre marreco e outros pratos típicos

Gastronomia alemã atrai visitantes para a 32ª Fenarreco

Nesta quinta-feira, 12, foram comercializadas 2,5 mil refeições entre marreco e outros pratos típicos

  • Por Daiane Benso
  • 18:05
  • Atualizado às 13:43
  • +A-A

A gastronomia típica alemã é um dos principais atrativos da Festa Nacional do Marreco, a Fenarreco. Nesta edição, já foram comercializados até agora mais de 7 mil refeições – entre buffet e outros pratos.

Além do marreco – campeão de vendas -, o que mais aguça o paladar dos visitantes é o eisbein (joelho de porco, chucrute, salsicha vermelha, purê de batata, mostardas amarela e escura), seguido do crispy (tiras empanadas de peito de marreco, molho barbecue e molho de ervas) e as salsichas especiais.

Durante todo o evento deverão ser vendidos 10 toneladas de marreco, dois mil quilos de chucrute, outros dois mil de repolho. Mais três toneladas de recheio de marreco, 3,5 toneladas de batatas, 720 quilos de mostardas e 200 de raiz forte.

Durante a festa a cozinha não para. São 10 fornos ligados 24 horas. “A equipe que assa os marrecos começa por volta de 23 horas. Os demais chegam às 4 horas da madrugada para que às 11 horas tudo esteja pronto”, explica Gabriel Merizio, responsável pela logística do restaurante.

Conforme o administrador do Schmitt Buffet e Eventos, Rodrigo Schmitt, somente nesta quinta-feira, 12, foram comercializadas 2,5 mil refeições. Ele avalia que neste ano o consumo está semelhante ao de 2016.

“O marreco é sempre o mais vendido, e nesta edição o que chama atenção é o crispy, que teve uma boa aceitação”, diz Schmitt, que avalia que ao meio-dia as vendas aumentaram e à noite caíram.

Eveline De Conto veio de Florianópolis para saborear o marreco e outros pratos típicos/ Daiane Benso

A administradora Eveline De Conto, 34 anos, de Florianópolis, conta que foi a gastronomia que lhe trouxe à Fenarreco. Ela experimentou diversos pratos que não conhecia e gostou muito do einsbein, do crispy e do arroz de marreco. “A variedade dos pratos é incrível”.

A coordenadora de logística de Itajaí, Joice Eichelberger, 35, também foi à festa com o intuito de apreciar a gastronomia alemã. Ela avalia que o custo-benefício compensa, já que há muitas opções. “Achei muito gostoso. Adorei o marreco, pois parece carne de frango, só que com um sabor mais acentuado”.

Praça de alimentação
A batata recheada é um dos pratos mais consumidos pelos visitantes na praça de alimentação da Fenarreco. Salésio Mondini, proprietário do Empório da Batata, diz que neste ano as vendas caíram cerca de 20% em relação a 2016, no entanto, sempre há os que não vão embora da festa sem saborear a tradicional batata.

Além dela, o salsichão alemão e as porções estão entre os alimentos mais procurados pelo público em sua tenda.

Mesmo com as vendas abaixo do esperado, os pastéis tradicionais de carne e frango foram os mais consumidos pelos visitantes da Vick’s Gourmet. Na praça de alimentação houve ainda grande procura por lanches, pizzas, entre outros.

Escolha da realeza
Neste domingo, 15, último dia da Fenarreco, acontece a escolha da realeza. O evento está marcado para às 20h, no pavilhão cultural. A entrada é gratuita.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio