Governo adotará medidas de precaução para fornecimento de energia durante eleições

Lobão aprovou em reunião com dirigentes do setor elétrico a execução do plano Medidas de Segurança Adicionais à Operação do Sistema Interligado Nacional

Governo adotará medidas de precaução para fornecimento de energia durante eleições

Lobão aprovou em reunião com dirigentes do setor elétrico a execução do plano Medidas de Segurança Adicionais à Operação do Sistema Interligado Nacional

As vésperas das eleições, o Ministério de Minas e Energia determinou uma série de ações estratégicas para garantir a normalidade do fornecimento de energia elétrica durante a votação no domingo, 7 de outubro. As distribuidoras reforçarão suas equipes de tempo real e foi estabelecido um esquema especial para as turmas de manutenção, para casos de mobilização imediata.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, aprovou na quarta-feira, 3, na reunião com dirigentes do setor elétrico a execução do plano Medidas de Segurança Adicionais à Operação do Sistema Interligado Nacional.

Na reunião, Lobão ouviu o detalhamento do plano, apresentado pelo diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Hermes Chipp. Na exposição, Chipp recomendou atenção máxima ao setor. O ministro determinou a suspensão das intervenções para manutenção em equipamentos no período das eleições.

O ONS informou que será adotado um reforço nas equipes de estudo e operação para garantir a rápida e eficaz mobilização para eventuais necessidades. A reunião de quarta-feira ocorreu horas antes de haver uma pane em um transformador de Furnas, em Foz do Iguaçu, no Paraná, que provocou a interrupção no fornecimento de energia à noite em algumas regiões do país.

De acordo com o ONS, a pane gerou perda de carga na Usina de Itaipu, que enviou imediatamente um pedido de alívio para as distribuidoras de energia. A reunião ontem contou com a participação de integrantes da Secretaria Executiva e da Secretaria de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Eletrobrás e  de subsidiárias de várias agências.

Fonte: Agência Brasil
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio