Governo libera R$ 200 mil para Comunidade Bethânia, de São João Batista

Recursos serão aplicados na construção de refeitório para atender os moradores

Governo libera R$ 200 mil para Comunidade Bethânia, de São João Batista

Recursos serão aplicados na construção de refeitório para atender os moradores

O governador Raimundo Colombo assinou nesta terça-feira, 15 de outubro, convênio para liberação de R$ 200 mil pelo Fundo Social para construção de refeitório da comunidade de acolhimento Bethânia, de São João Batista.

A Comunidade Bethânia foi criada oficialmente em 1995, com a primeira unidade inaugurada em São João Batista, que oferece abrigo e assistência para dependentes químicos. Hoje são 80 pessoas vivendo na sede, homens e mulheres com idade entre 18 e 60 anos. O novo refeitório será utilizado por todos os moradores do recanto.


O governador Colombo defendeu que é preciso reconhecer e valorizar o trabalho de organizações como a Comunidade Bethânia. “A sociedade precisa dar muita atenção para a questão da dependência química. Recebemos constantemente depoimentos e estatísticas que comprovam a gravidade do problema. E a questão financeira é apenas um dos desafios das entidades que trabalham com isso. É preciso reconhecer toda a dedicação de pessoas da Comunidade Bethânia que ajudam a manter a filosofia do projeto e a integração dos envolvidos”, destacou.

A Comunidade Bethânia foi uma iniciativa do padre Léo Tarcísio Pereira, falecido em 2007. Hoje a organização é presidida pelo padre Vicente de Paula Neto e conta com o trabalho de voluntários e doações da comunidade. Em parceria com a prefeitura de São João Batista, a direção da Comunidade Bethânia também administra uma pré-escola que atende 140 crianças da cidade.

A assinatura do convênio nesta terça-feira contou também com a presença do secretário de Desenvolvimento Regional de Brusque, Jones Bosio; do deputado estadual Gelson Merisio; e do prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio