Grêmio aplica goleada no Atlético-PR pelas quartas de final da Copa do Brasil

Vitória por 4 a 0 dá larga vantagem ao tricolor para a classificação às semifinais

Grêmio aplica goleada no Atlético-PR pelas quartas de final da Copa do Brasil

Vitória por 4 a 0 dá larga vantagem ao tricolor para a classificação às semifinais

 

Foi um longo caminho de volta para o Paraná ao Atlético-PR. O Grêmio simplesmente não tomou conhecimento do adversário e nem parecia estar disputando uma quarta de final da Copa do Brasil ao vencer a primeira partida por 4 a 0. Atual campeão, o tricolor conquista uma enorme vantagem para a partida de volta.

Lucas Barrios, artilheiro do time na competição nacional, abriu os trabalhos aos 22 minutos do primeiro tempo. Pedro Rocha fez bela jogada e serviu o companheiro que bateu de primeira e colocou lá dentro. Aos 29, ele de novo balançou as redes. Após tabelinha com Pedro Rocha, Thiago Heleno tentou estragar a jogada mas a bola sobrou com Barrios que não desperdiçou.

Ainda no primeiro tempo, Kannemann, após cobrança de escanteio, deixou sua marca. A equipe tricolor continuou com o melhor futebol em campo no segundo tempo, mesmo com a larga vantagem. Quando Nikão foi expulso, aos 18 minutos, o time só precisava administrar, mas mesmo assim queria mais. E conseguiu: aos 41, Everton recebeu de Fernandinho, chutou firme e a bola venceu o goleiro Weverton, morrendo na rede e dando números finais ao duelo.

Palmeiras 3×3 Cruzeiro
Em jogo eletrizante, quem levou a pior no fim das contas foi o Cruzeiro. A Raposa vencia por 3 a 0 fora de casa até a incrível reação alviverde que deixou tudo igual no placar. Thiago Neves, Robinho e Alisson marcaram os três primeiros da partida. Mas, na sequência, Dudu, duas vezes, e Willian Bigode deixaram tudo igual. Mesmo assim, o time mineiro tem vantagem de empates com menos gols e vitória simples para o jogo da volta.

Flamengo 2×0 Santos
Em jogo bastante equilibrado e com boa presença do goleiro Vanderlei, do Santos, o Flamengo conquistou boa vantagem para o segundo jogo das quartas de final. Everton marcou após belo passe de calcanhar do camisa 9 Guerrero, aos 26 minutos. Após um longo período de posse de bola santista, Cuéllar marcou um golaço que tranquilizou o time rubro-negro. Vivendo noite de garçom, Guerrero tocou para o atleta limpar e chutar no cantinho uma bola indefensável que foi morrer na bochecha da rede.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio