Grupo criará Associação dos Socorristas de Santa Catarina para atuar na prevenção de acidentes

Entidade terá sede em Brusque e realizará trabalho voluntário em todo o estado

Grupo criará Associação dos Socorristas de Santa Catarina para atuar na prevenção de acidentes

Entidade terá sede em Brusque e realizará trabalho voluntário em todo o estado

Um grupo formado por bombeiros e socorristas de Brusque está na fase de elaboração do estatuto para a criação da Associação dos Socorristas de Santa Catarina.

O objetivo da entidade, que terá sede no município, é atuar no trabalho de primeiros socorros, principalmente visando a prevenção por meio de palestras em escolas, empresas e para toda a comunidade.

Bombeiro militar há quase 20 anos, instrutor de primeiros socorros e brigadista, Ademir Dalavare está à frente do projeto que visa atuar de forma voluntária na prevenção de acidentes em Brusque e em todo o estado.

“Queremos promover palestras gratuitas na comunidade, principalmente com gestantes e mães de recém-nascidos, já que é bastante comum em nossa cidade o engasgamento com o leite, por isso, é importante a instrução, para que as pessoas saibam o que fazer quando isso acontece”, diz.

De acordo com ele, outro tipo de acidente bastante comum em Brusque e que sua prevenção será bastante trabalhada, é o que acontece, principalmente, aos fins de semana, nas churrasqueiras.

“As pessoas fazem fogo na churrasqueira para o churrasco, acabam jogando o álcool liquido e muitas vezes fica fora do controle e acabam se queimando. Isso também pode ser evitado com instruções simples”.

Inicialmente, a associação iniciará o seu trabalho em Brusque, mas os membros do grupo já estão em contato com profissionais de outras cidades para que as ações sejam levadas para o maior número de pessoas possível. “Quando a associação estiver formada, vamos cadastrar os profissionais para que eles possam levar os projetos para outras cidades também”.

Além do trabalho preventivo por meio de palestras, a intenção do grupo é atuar em eventos realizados pela prefeitura e outras entidades. Futuramente, há a intenção de comprar um ambulância para que a entidade possa atuar em eventos.

“Hoje, é obrigatório ter socorristas em qualquer evento, e empresas de fora acabam se aproveitando disso e cobrando caro. Nossa ideia é formalizar parceria com a prefeitura e outras entidades para fazer esse trabalho”.

Segundo ele, existem em torno de 30 mil profissionais da área em Santa Catarina. Só em Brusque, são 300. A elaboração do estatuto é bastante complexa e demanda tempo.

Após isso, será preciso fazer uma chamada pública para os socorristas para participarem de uma reunião para a aprovação do estatuto, e em seguida, levar toda a documentação para o cartório para que a associação possa ser criada oficialmente e iniciar o trabalho na cidade.

Trabalho com moradores de rua
O grupo também pretende dar um tratamento mais humanizado aos moradores de rua do município. Atuando como bombeiro, diariamente Dalavare atende ocorrências envolvendo esses moradores, que, em sua maioria, apresentam um estado de saúde bastante frágil.

“Além do auxílio na saúde, queremos fazer um trabalho social para resgatar a cidadania deles, com a ajuda de psicólogos, enfermeiros, para que possamos mudar a vida dessas pessoas”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio