Guabiruba em alerta para combate à raiva

Com a confirmação de casos em Botuverá, ações de prevenção são realizadas no município vizinho

Guabiruba em alerta para combate à raiva

Com a confirmação de casos em Botuverá, ações de prevenção são realizadas no município vizinho

Com nove casos de raiva em bovinos, registrados recentemente em Botuverá, a  Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) de Guabiruba está em alerta e orientando os guabirubenses a se previnirem contra a doença. 

A preocupação é em virturde de os animais infectados no município vizinho terem sido encontrados em localidades que fazem divisa com os bairros de Lageado Baixo e Alto. 

A orientação principal é para que produtores que tenham bovinos, búfalos, cavalos, ovelhas, cabritos, porcos, cães e gatos vacinem os animais, já que a imunização é a única forma de prevenção da doença, que leva o animal à morte. Além disso, animal contaminado pode transmitir a doença para o ser humano, que se também não estiver vacinado pode morrer. 

Outro cuidado é para que em caso de sintomas suspeitos os produtores entrem em contato direto com a Cidasc, e evitem o contato com os animais. 

– Em anos anteriores, os produtores já perderam muitos animais por causa de casos de raiva em Guabiruba. Se não houver a vacinação, além da perda econômica com a morte dos animais, há risco também do próprio agricultor ser contaminado – alerta a médica veterinária da Cidasc de Guabiruba, Franciele Camila Luchese. 

**Confira a matéria completa e as demais orientações sobre a prevenção de raiva em Guabiruba, na edição impressa desta quarta-feira, 11 de abril. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio