Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Havan terá que pagar à Celesc contas de luz da fábrica Renaux

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Havan terá que pagar à Celesc contas de luz da fábrica Renaux

Página 3

A juíza da Vara Comercial de Brusque, Clarice Ana Lanzarini, determinou ao administrador judicial da massa falida da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux, que informe o dia exato em que a Havan tomou posse do patrimônio imobiliário da empresa, adquirido em leilão.

Isso será necessário porque a Celesc está cobrando o pagamento de faturas de energia elétrica, o que, até então, era responsabilidade da massa falida.

Acontece que, de acordo com a magistrada, se a falida não detém mais a posse do patrimônio, a cobrança de energia elétrica deve ser feita da empresa que o adquiriu, no caso, a Havan.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio