Que tipo seria? Um drama, suspense ou comédia…? Estaria estreando, ou já está em cartaz há algum tempo? Qual a trilha sonora? Um Bolero de Ravel ou um Rock a la Rolling Stones…

Quais os atos mais aplaudidos por você? O que poderia ter tido mais ensaio? Ou até mudado o roteiro?

Você ainda está aí, vendo a peça passar e os atores se apresentarem junto a você ou pode estar sozinho, se apresentando também. O que importa agora?

O espetáculo já foi visto, já passou pelo palco da sua vida, mas as próximas cenas ainda estão por vir…

Você logo vai subir no palco de novo e retomar o enredo, as histórias, os personagens que fazem parte do seu roteiro de vida. Mas neste momento, tudo pode ser diferente ou não. Você decide se quer continuar nesse gênero, nessa trama.

Pode se dar conta de o quanto você foi aplaudido pelas suas atuações ou o quanto poderia ter sido. O quanto você foi ator principal ou coadjuvante de momentos, quanta aprendizagem aconteceu nesse percurso…

Tudo foi importante, com certeza, pois fez parte de uma construção de vida, de tropeços e acertos, de alegrias e tristezas, de certezas e incertezas, e quantas dúvidas, ah e quantas realizações se passaram aí…

Aplausos para você, que é ator da sua história, seja ela como foi estreada e está sendo vivida na realidade, dia a dia buscando o equilíbrio entre as tramas e os dramas.

Holofotes em você ou não, sua luz irá refletir o que você é!


Sabrina Maria Schlindwein
– Psicóloga e encantada com o potencial de cada um!

Que tipo seria? Um drama, suspense ou comédia…? Estaria estreando, ou já está em cartaz há algum tempo? Qual a trilha sonora? Um Bolero de Ravel ou um Rock a
Conteúdo exclusivo para assinantes

Para ler todas as notícias, assine agora!

Oferta especial para você ficar
bem informado SEM LIMITES

Menos de

R$ 0,35
ao dia
R$ 9,90 ao mês