Homem é condenado a 20 anos de prisão por roubar e matar o aposentado Jorge Marquetti em agosto de 2011

Aroldo Hilário da Silva, 21 anos, permanece preso na UPA de Brusque e deve cumprir a pena em regime fechado por crime cometido na rua Gustavo Halfpap, em Brusque

Homem é condenado a 20 anos de prisão por roubar e matar o aposentado Jorge Marquetti em agosto de 2011

Aroldo Hilário da Silva, 21 anos, permanece preso na UPA de Brusque e deve cumprir a pena em regime fechado por crime cometido na rua Gustavo Halfpap, em Brusque

Aroldo Hilário da Silva, 21 anos, foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado pelo crime de latrocínio, previsto no artigo 157, § 3º, do Código Penal. 
Ele foi sentenciado por roubar e matar o aposentado Jorge Marquetti, de 56 anos, em agosto de 2011.

Marquetti foi encontrado em um dos quartos de sua casa, na rua Gustavo Halfpap, bairro Centro, com as mãos, os pés e a boca amarrados com fios de cobre e um travesseiro no rosto. A perícia constatou que o aposentado morreu por asfixia. 

Silva foi preso alguns dias depois do crime na cidade de Concórdia. A polícia encontrou o acusado depois de rastrear um cartão de crédito roubado do aposentado. Silva utilizou o cartão para abastecer a motocicleta, também roubada da vítima, e se alimentar até chegar à cidade do oeste catarinense. 
O condenado permanece recolhido na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Brusque, sem direito de recorrer da sentença em liberdade. 
**Confira mais detalhes da edição desta terça-feira, 28 de fevereiro, do Jornal Município Dia a Dia.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio