Homem é preso em flagrante após ameaçar a ex-mulher e a filha, em Guabiruba

O flagrante foi feito por ameaça, porte ilegal de arma e embriaguez ao volante

Homem é preso em flagrante após ameaçar a ex-mulher e a filha, em Guabiruba

O flagrante foi feito por ameaça, porte ilegal de arma e embriaguez ao volante

Um homem de 57 anos de idade foi preso e autuado em flagrante por ameaça, porte ilegal de arma e embriaguez ao volante. O fato teve início por volta das 21h30 desta segunda-feira, 15, no bairro Guabiruba Sul, em Guabiruba. Transtornado e embriagado, o autor iniciou as ameaças através do genro, um homem de 29 anos, por questões ligadas a um imóvel. Ele teria sacado um revólver e ameaçou dizendo que “se não resolvesse na palavra, seria resolvido no sangue”, começando pela própria filha, de 31 anos, e posteriormente contra a ex-mulher, 50.

Após fazer as ameaças contra o genro, o autor das ameaças seguiu para a residência da ex-mulher, no mesmo bairro, bateu em uma janela e quando ela atendeu o ex-marido reclamou que ela estava “jogando” a filha contra ele e completou dizendo: “agora se você quer ver sangue, é sangue que vai ter”. Mesmo sem ver a arma, a mulher fechou a janela e fugiu pelos fundos da residência. O ex-marido teria então seguido para sua residência, não muito distante.

Cerca de 20 minutos depois o autor das ameaças, que estava dirigindo uma Hilux de cor prata e placas de Itapema, retornou à casa da ex-mulher. Com as luzes apagadas, a Polícia Militar foi acionada e seguiu para o local com três guarnições. O veículo foi localizado e o condutor abordado. Os policiais constataram que ele apresentava sinais de embriaguez e realizaram o teste de alcoolemia que apontou 0.53 ml/l. Questionado sobre a arma empregada na ameaça inicial contra o genro, ele informou que tinha guardado em sua residência.

Os policiais então se dirigiram até a residência do autor e a atual esposa informou o local onde a arma tinha sido escondida. Os PMs apreenderam então um revólver da marca Taurus, calibre 32 com 12 munições intactas e uma deflagrada. O autor das ameaças apresentou um registro da arma vencido há quatro anos. Diante dos fatos ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de Polícia de Brusque.

O delegado plantonista, Leandro Antônio de Sales, após ouvir as partes envolvidas, inclusive testemunhas, decidiu autuar o autor em flagrante por ameaça, porte ilegal de arma e embriaguez ao volante. O delegado explicou que pela soma das penas mínimas de cada um dos crimes cometidos não caberia fiança nesta fase. O autor não chegou a ser ouvido no boletim de ocorrências por estar impossibilitado de prestar informações devido a seu estado etílico e o sistema nervoso abalado. Após a elaboração do flagrante, ele foi recolhido em uma cela e será encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA) na manhã desta terça-feira, 16.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio