Homem é preso em flagrante após tentar furtar loja, no Águas Claras

Josué Carvalho dos Santos, 19 anos, admitiu que iria praticar o furto

Homem é preso em flagrante após tentar furtar loja, no Águas Claras

Josué Carvalho dos Santos, 19 anos, admitiu que iria praticar o furto

Uma dupla estava iniciando um arrombamento em um estabelecimento comercial, localizado na rua Santa Cruz, bairro Águas Claras, por volta das 00h30 deste domingo, 17, quando um vizinho percebeu e acionou a Polícia Militar. Já tinham sido estourados uma trava de segurança e duas fechaduras da porta de vidro quando um dos marginais deixou o local, mas seu comparsa, Josué Carvalho dos Santos, 19 anos, foi abordado pelos policiais e confessou a real intenção.

Ele informou que o outro integrante da dupla, apelidado de Carioca, estava com as ferramentas usadas até então e que tinha fugido do local. O proprietário foi chamado e confirmou os danos provocados pela dupla e ainda que uma porta sanfonada existente no estabelecimento foi forçada. Mesmo sem a consumação do furto, o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil onde foi autuado em flagrante pelo delegado Ricardo Marcelo Casarolli. Ele disse que Carioca estava com a chave de fendas usada no arrombamento.

Flagrantes

O delegado plantonista explicou que nos dois flagrantes ocorridos na madrugada. ele levou em consideração as situações do ponto de vista fático e jurídico. “Há o encaminhamento dos envolvidos para a delegacia e o delegado de polícia analisa se o crime aconteceu, se é uma hipótese de flagrante delito se as testemunhas corroboram a versão. Nos dois casos são fartos em evidência”, afirmou o delegado Casarolli.

Ainda explicando sua decisão de autuar em flagrante os dois autores desta madrugada, o delegado disse que o autor flagrado pela vítima dentro do estabelecimento, em Guabiruba, por mais que o objeto furtado não estivesse mais em poder dele, foi autuado pelo furto consumado. Já a outra situação, aqui no município de Brusque, foi uma situação semelhante, mas que em virtude do aparato de segurança com várias barreiras, a dupla não obteve êxito e um dos autores foi preso pela PM próximo do local e admitiu a prática do furto, “o contexto leva a crer que ele é realmente o autor, não resta outra opção, senão a lavratura do procedimento e encaminhamento de tudo para o juiz que aí terá 24 horas para decidir se mantém ou não o encarcerado lá na UPA”, explicou.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio