Horário estendido no comércio de Brusque iniciará dia 9 de dezembro

Objetivo é facilitar o acessos dos clientes às compras e impulsionar vendas

Horário estendido no comércio de Brusque iniciará dia 9 de dezembro

Objetivo é facilitar o acessos dos clientes às compras e impulsionar vendas

Como já é tradicional, o comércio de rua de Brusque adotará o horário estendido em dezembro. A medida tem o objetivo de dar mais opções aos consumidores na hora de fazer as compras.

De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Brusque, o horário estendido começará no dia 9 dezembro. A sugestão da entidade é que o comércio de rua funcione até 21h durante a semana útil.

Já nos sábados, a CDL coloca como sugestão o horário estendido até 18h. E no domingo, das 15h até 21h. Na véspera de Natal, o atendimento vai até 12h.

Esses horários já foram empregados no ano passado. Na visão da CDL, o atendimento até depois do horário comercial ajuda nas vendas, pois muitas famílias só podem comprar depois de sair do serviço.

De acordo com o presidente da CDL de Brusque, Michel Belli, a expectativa dos lojistas para as vendas de Natal – principal data para o comércio – é bastante grande. Isso porque, segundo ele, o Dia das Crianças já foi positivo neste ano.

Segundo Belli, a expectativa é positiva também porque os índices econômicos têm melhorado a cada mês, com o país a sair da crise financeira. O presidente avalia que lojistas estão preparados e estão mais criativos.

Ele cita como exemplo de ação criativa as campanhas de Black Friday. Algumas lojas pegaram a ideia e a estenderam para o mês de novembro inteiro com descontos.

Contratações
Belli avalia que já devem começar as contratações de trabalhadores temporários, como já é tradicional. “Muitos temporários devem ser efetivados”, diz.

O presidente da CDL avalia que a economia está melhorando e muitos lojistas irão contratar mais com a perspectiva de que o ano que vem seja melhor em vendas.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio-SC) realizou pesquisa estadual sobre a intenção de contratação. Segundo o estudo, 37,9% dos empresários pretendem ampliar o quadro de funcionários até o fim do ano.

A Fecomércio-SC projeta a criação de cerca de 2,5 mil vagas temporárias formais no comércio e 5,5 mil no setor de serviços, com contrato de trabalho por tempo determinado.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio