Identificado homem que foi incendiado após sofrer golpe de facão

Cleidir Ferreira dos Santos, 26 anos, morreu na manhã de domingo, 23, após ser golpeado no pescoço por um facão e sofrer queimaduras por todo o corpo

Identificado homem que foi incendiado após sofrer golpe de facão

Cleidir Ferreira dos Santos, 26 anos, morreu na manhã de domingo, 23, após ser golpeado no pescoço por um facão e sofrer queimaduras por todo o corpo

Às vésperas do Natal, foram cancelados todos os planos de festa de Gisele Alves, 22 anos. Desde sábado, 22 de dezembro, ela não tinha notícias do marido, até neste domingo, 23, recebeu a triste informação de que o homem golpeado por um facão no pescoço e que depois teve o corpo incendiado, trata-se de Cleidir Ferreira dos Santos, 26 anos, seu marido.
Segundo informações do Instituto Geral de Perícias (IGP), o fato ocorreu na noite de sábado na região do Campeche, em Itajaí, nas proximidades das rodovias Ivo Silveira e Antônio Heil.
A vítima chegou a ser encaminhada ao Hospital Azambuja, onde morreu na manhã deste domingo devido a gravidade dos ferimentos. Segundo o boletim de ocorrência, registrado por Gisele, a motivação do crime teria sido uma discussão entre vizinhos. O caso será investigado pela Delegacia de Itajaí.

Luto
O casal planejava viajar a Florianópolis para comemorar o Natal com a família de Santos. 
– Acabou o Natal, pra mim acabou tudo – lamentou a viúva, ainda em choque com a notícia.
Para o sogro, Hgino Manoel dos Passos, 51 anos, o genro não merecia morrer desta forma. 
– Ele se alterava um pouco quando bebia, mas nada que a gente não pudesse controlar. Ninguém merece isso, mas ele era uma pessoa boa, não merecia mesmo – desabafou. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio