Idosos de Brusque esperam até um mês para viajar de graça em linhas interestaduais

Geralmente os cidadãos acima de 60 anos viajam para cidades do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo

Idosos de Brusque esperam até um mês para viajar de graça em linhas interestaduais

Geralmente os cidadãos acima de 60 anos viajam para cidades do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo

Para viajar de graça em ônibus interestaduais – que saem de um estado com destino a outro -, os idosos brusquenses precisam solicitar a passagem com até um mês de antecedência. A lei federal de 2003 obriga as empresas a reservar dois assentos para pessoas com idade igual ou maior que 60 anos e com renda igual ou menor que dois salários. As passagens são válidas para todos os dias e horários, inclusive nos feriados mais concorridos.

Leia também: Garagens registram procura por clientes querendo se desfazer de carros financiados

O agente de vendas da Auto Viação Catarinense, Welligton de Brito Cardoso, diz que os idosos viajam bastante, principalmente para o Paraná e o Rio Grande do Sul. Ele conta que para conseguirem a passagem, devem adquirir um mês antes do embarque.

Quando não há mais assentos disponíveis, os idosos têm direito a pagar meia passagem, porém, conforme Cardoso, mesmo assim, eles precisam esperar a vaga por semanas. “São apenas dois assentos. Eles reclamam de ter que esperar tanto tempo, mas infelizmente não temos o que fazer, já que tem muita procura”.

A situação é semelhante com os idosos que viajam pelas empresas Gadotti e Brasil Sul. Para obter a passagem gratuita eles esperam, em média, de 20 a 30 dias. O vendedor das agências, Gelson Konink, diz que todos os dias, geralmente, cidadãos acima de 60 anos usufruem do assento gratuito da Gadotti para ir a São Paulo. Já na Brasil Sul, que faz a linha para os municípios de Ponta Grossa, Prudentópolis e Pitanga, no Paraná, a procura é menor, até porque o trajeto é feito semanalmente.

Konick afirma ainda que os idosos também buscam por meia passagem e que para conseguir o assento é mais fácil. O bilhete deve ser adquirido com 12 horas de antecedência, no mínimo. “Se tiver vaga disponível no dia já conseguem na hora. O ideal é que se for viajar à noite, que se faça a reserva de manhã”.

Direito desde 2003

A gratuidade nas viagens interestaduais de ônibus está determinada no Estatuto do Idoso – Lei 10741/2003, no artigo 40. O idoso tem acesso a transporte interestadual gratuito – duas vagas por veículo -, ou desconto de 50% no valor das passagens.

O idoso precisa comprovar idade e renda. Para a idade, é preciso o documento de identidade oficial com foto. Para a renda, é preciso apresentar Carteira de Trabalho com anotações atualizadas; contracheque de pagamento ou documento expedido pelo empregador; carnê de contribuição do INSS; extrato de pagamento de benefício ou declaração fornecida pelo INSS ou outro regime de previdência; documento ou carteira emitida pela secretaria estadual ou municipal de Assistência Social ou semelhantes e Carteira do Idoso.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio