Igreja do bairro São Pedro recebe relíquia de Santa Bernadete

Cabelo da santa chegou a Brusque há duas semanas e permanecerá definitivamente no município

  • Por Redação
  • 15:00
  • Atualizado às 9:08

Igreja do bairro São Pedro recebe relíquia de Santa Bernadete

Cabelo da santa chegou a Brusque há duas semanas e permanecerá definitivamente no município

  • Por Redação
  • 15:00
  • Atualizado às 9:08
  • +A-A

Os moradores de Brusque poderão visitar, a partir de outubro, uma relíquia de Santa Bernadete Soubirous, conhecida por ser vidente das aparições de Nossa Senhora em Lourdes, na França. A relíquia – um fio de cabelo -, ficará na igreja Nossa Senhora de Lourdes, na rua São Pedro. Ela chegou a Brusque há duas semanas e permanecerá definitivamente no município.

De acordo com a tradição cristã, relíquia de 1º grau, como nesse caso, simboliza o próprio corpo do santo. O padre Francisco Lawall, responsável pela igreja, explica que a Santa Bernadete Soubirous nasceu em 1844 e morreu em 1879. Ela vivia numa pequena e pobre cidade da França chamada Soubirous, por isso o seu sobrenome.

Depois de um tempo ela se mudou com a família para Lourdes, município também da França, onde relata que viu a aparição de Nossa Senhora de Lourdes. O fato aconteceu quando Bernardete tinha 17 anos. “O mais curioso dessas aparições é que ela veio a falecer, e 40 anos depois da morte fizeram a exumação do corpo e o corpo não se decompôs, estava tudo intacto”, diz o padre. Até hoje, mais de 130 anos após sua morte, o corpo permanece íntegro.

Ele conta que há dez anos algum fiel da comunidade escreveu para o brusquense Dom Murilo Krieger, arcebispo da arquidiocese de Salvador e vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), pedindo algum fragmento da santa Bernardete para a igreja brusquense. Lawall afirma que é um processo burocrático, porém, há aproximadamente dois anos teve a notícia de que a relíquia poderia
vir para Brusque.

Freiras da Igreja Católica da França, que guardavam o resto do corpo da santa, encaminharam o pequeno fragmento para Salvador (BA), onde trabalha Dom Murilo. De lá veio, via correio, para o município. Lawall diz que aguarda um relicário, que vem de Minas Gerais, para deixar a relíquia exposta. O objeto é feito de um metal próprio para estes fragmentos.

“Ficará na comunidade para que as pessoas conhecem a história de Nossa Senhora de Lourdes. É uma forma também de despertar a fé, afinal, nem todo mundo tem condições de viajar e de ir a locais santos”, afirma o padre.


Aparições

No dia 11 de fevereiro de 1858, Bernadete, sua irmã Toinette e a amiga Baloume foram buscar lenha na gruta de Massabielle (rocha velha).

Nesse dia Santa Bernadete viu uma mulher de branco, com um rosário na mão e um cinto brilhante. Mais tarde, esta mulher da visão se revelaria como Nossa Senhora da Imaculada Conceição. No momento da visão, Bernadete disse que ficou com medo e começou a rezar o terço.

santa (Copy)
Então seu coração se acalmou e ela teve serenidade para saber que realmente se tratava de uma aparição de Nossa Senhora. A partir desse momento, Bernadete teve 18 aparições de Nossa Senhora, ocorridas entre 11 de fevereiro e 16 julho do ano de 1858.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio