Inauguração da UBS Imigrantes é adiada

Construção da Unidade Básica de Saúde está atrasada por falta de infraestrutura

Inauguração da UBS Imigrantes é adiada

Construção da Unidade Básica de Saúde está atrasada por falta de infraestrutura

A Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Imigrantes, em Guabiruba, será entregue à comunidade até junho. O espaço estava previsto para ser inaugurado no mês passado, mas problemas na preparação da infraestrutura do local motivaram o atraso de 60 dias, segundo a secretária de Saúde, Patrícia Heiderscheidt.

A nova UBS Imigrantes terá 300 m² e fica localizada na rua Arthur Baumgartner. De acordo com a secretária Patrícia, a estrutura do posto de saúde já está “praticamente” pronta, no entanto, ainda faltam acabamentos. “Falta fazer os acabamentos, coisa pouca, e trazer os equipamentos”, afirma.

Segundo ela, o maquinário, macas e outros utensílios já foram adquiridos. Além disso, a equipe clínica será a mesma que já trabalha na UBS que funciona em local provisório.

O prefeito Matias Kohler afirma que pretende inaugurar o espaço com tudo pronto em, no máximo, três meses. “Estamos trabalhando na infraestrutura e na pavimentação. Acredito que em 60 a 90 dias nós vamos entregar esta obra com a pavimentação, ajardinamento e toda a infraestrutura”, explica.

Kohler diz que a prefeitura está trabalhando para o lançamento da licitação para a pavimentação da rua Arthur Baumgartner e o edital deve ser lançado em breve. Ele também afirma que a estrutura para energia elétrica – que é de responsabilidade da administração municipal e não da Celesc – será executa em tempo. A secretária Patrícia diz que já foi solicitado à estatal de energia que disponibilize eletricidade.

O secretário de Obras, Jair Brambiloni, afirma que o serviço de terraplanagem do terreno onde fica a UBS Imigrantes está feita, mas ainda falta realizar o serviço de drenagem pluvial. “A drenagem foi feita na rua e nas partes essenciais, mas agora falta o pátio”, explica. Engenheiros da secretaria estão confeccionando um projeto para o escoamento da água da chuva que deve ser entregue em breve e executado, diz Brambiloni.
Sem aditivos na obra

A realização deste serviço extra de drenagem pluvial não acarretará em maiores custos para a Prefeitura de Guabiruba ou Ministério da Saúde, conforme o secretário de Obras, porque o serviço será feito por servidores próprios.

A UBS Imigrantes foi concebida pelo governo federal e contou com R$ 408 mil da União e contrapartida de R$ 207 mil do poder público municipal. Segundo Kohler, o Ministério da Saúde ainda tem que repassar a última parcela de aproximadamente R$ 80 mil – o que deve ocorrer nos próximos dias. O motivo do atraso no repasse é que o Orçamento da União não havia sido aprovado pelo Congresso Nacional.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio