Inaugurada a Feira Livre Municipal ao lado do Pavilhão da Fenarreco

Espaço para venda de hortifrutigranjeiros produzidos em Brusque e região começa a funcionar na segunda-feira

Inaugurada a Feira Livre Municipal ao lado do Pavilhão da Fenarreco

Espaço para venda de hortifrutigranjeiros produzidos em Brusque e região começa a funcionar na segunda-feira

Como disse a representante dos feirantes de Brusque, Albertina Deschamps, 47 anos, agora Brusque pode se orgulhar porque tem uma feira. “Agora as pessoas vão poder vir na feira, não só na feirinha. Cabe a nós feirantes, ter qualidade, variedade, bom preço e atendimento”, justificou. 

Dona Albertina foi a primeira a falar na solenidade que inaugurou o espaço que fica ao lado do Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof, onde deve começar a funcionar a Feira Livre Municipal na próxima semana.
 

Dona Albertina, feirante há mais de 20 anos, falou sobre o novo local – Crédito: Sarita Gianesini

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, Jorge Ramos, por enquanto, são sete feirantes oferecendo seus produtos na feira que deve funcionar em horários diferenciados. Nas segundas e quintas-feiras, o atendimento deve ser das 17 às 21 horas, para que as pessoas que trabalham no horário comercial tenham a oportunidade de conferir o local. Já as terças e sextas, a feira deve funcionar no horário tradicional: das 4 da madrugada às 11h30. 

Por enquanto, a maioria dos feirantes vem de outras cidades próximas como Gaspar e Antônio Carlos. É o caso de dona Valtrudes Junkes, 57 anos, feirante há 16. Ela vem de Gaspar para vender produtos coloniais desde o tempo em que as bancas eram instaladas ao lado da Fideb. “Agora com esse espaço, deve ficar melhor o movimento também”, avalia.

Já o comerciante Joel de Souza, 40 anos, vem de Dom Joaquim, para oferecer um produto que há muito tempo não aparecia nas feiras da cidade: o pescado. “Já tenho o freezer preparado para transporte do produto. Vou trabalhar com peixe da época e também com outros pescados”, adianta. 
Incentivo 
 
Além da inauguração da Feira Livre, foi entregue um trator com outros implementos, para ajudar o produtor rural de Brusque. Segundo o prefeito Paulo Roberto Eccel, ainda que em Brusque a agricultura represente somente 0,6% da economia, é preciso valorizar o trabalho que vem do campo.
 
O chefe da Patrulha Agrícola, Paulo Tamasia, conta que os agricultores que precisarem do maquinário, devem fazer a solicitação de uso na prefeitura e o equipamento deve ser disponibilizado a um preço de hora/máquina mais acessível do que o de mercado. 


Trator novo deve ajudar os agricultores brusquenses – Crédito: Sarita Gianesini
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio