Instalação e manutenção de ar-condicionados levam mais de dez dias em Brusque

Demanda por aparelhos aumentou em função das altas temperaturas

Instalação e manutenção de ar-condicionados levam mais de dez dias em Brusque

Demanda por aparelhos aumentou em função das altas temperaturas

O forte calor registrado em Brusque nas últimas semanas está fazendo com que as pessoas apelem para os aparelhos de ar-condicionado para se refrescarem. A procura é tão grande, que as refrigeradoras do município não estão mais dando conta de fazer a instalação ou conserto do equipamento no mesmo dia devido ao grande número de pedidos.

A administradora da Refrigeração Bastiani, Samara Bastiani, afirma que nas últimas semanas, o movimento na loja cresceu muito. “A cada ano aumenta a procura pelo ar-condicionado, mas neste ano a procura está muito maior, principalmente nos últimos dias, porque as temperaturas estão muito altas”.

De acordo com ela, a loja está instalando, em média, 20 aparelhos por dia. Todos com agendamento prévio. “Temos sete técnicos aqui na loja. Seis vão para a rua e um fica para o atendimento na loja. Estamos com uma fila de espera de aproximadamente 10 dias. Não estamos conseguindo fazer o serviço em um prazo menor”, destaca.

Na Gelmaster Refrigeração a situação é a mesma. “Temos serviço marcado para as próximas duas semanas, pelo menos. Estamos trabalhando até mais tarde para poder dar conta do trabalho. Temos ficado até 20h para poder terminar o serviço no mesmo dia que começamos”, diz Alan Matias, um dos funcionários da empresa.

A instalação do aparelho pode levar até um dia inteiro, tudo depende do modelo e das condições de instalação. “Não tem um tempo específico. Alguns levam duas horas, outros três e, alguns, o dia todo. Depende do aparelho”, explica Samara

Além da instalação de novos aparelhos, a procura pela assistência técnica também está grande. “Nessa época, como as pessoas utilizam mais, os consertos também aumentam. Os aparelhos danificam, principalmente, por falta da manutenção anual. As pessoas deixam o ar muito tempo sem limpar, aí quando ligam ele força muito e não dá o rendimento certo”, declara a administradora.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio