Instituto de moda conhecido mundialmente se instala em Brusque

Istituto di Moda Burgo inaugurou a sua primeira filial brasileira no município

Instituto de moda conhecido mundialmente se instala em Brusque

Istituto di Moda Burgo inaugurou a sua primeira filial brasileira no município

Brusque faz parte de uma seleta lista de cidades ao redor do mundo que contam com uma filial do Istituto di Moda Burgo (IMB). Nesta segunda-feira, 9, foi realizado o evento oficial de inauguração da instituição, uma das mais conceituadas do mundo, que oferece cursos de moda com o método do estilista italiano Fernando Burgo.

O Istituto di Moda Burgo tem 30 filiais na Itália, sendo Milão a sede mundial, e outras 21 franquias espalhadas pelo planeta. São mais de 20 mil alunos, entre eles, cerca de 500 brasileiros. Na América do Sul, apenas Lima, capital do Peru, possui uma unidade do IMB. Brusque é a segunda. Fundador e diretor da instituição, Burgo tem um método próprio de desenvolver as suas peças, o que o tornou famoso em terras italianas, um dos grandes centros da moda.

O IMB de Brusque oferece cursos para estilista, design de moda, modelagem e alfaiataria com duração de até dois anos em Brusque, na sua sede, que fica anexa ao Innovare Executive Hotel, no Centro. Burgo explica que o instituto não é um concorrente das universidades, pelo contrário, “é um complemento”. Os estudantes de moda têm uma carga teórica muito alta para estudar, enquanto o foco do IMB é, justamente, a prática. Ele diz que é 80% prática e 20% teoria. “O que o instituto tem, a universidade não tem: prática e especialização”.

Neste primeiro ano em Brusque, a expectativa de Burgo e de Daniela Colzani, estilista e sócia do italiano no empreendimento no Brasil, é de ter 70 estudantes. Este é o número do sucesso para os dois. Os cursos ocorrem em dois turnos com três horas cada, durante a tarde e manhã.
Após ter mais vivência no mercado nacional, o objetivo de Burgo é expandir para outras cidades, como Florianópolis e Curitiba. “Brusque é só o início, a intenção é expandir”, afirma.

“Estou muito feliz por conhecer empresas que são muito modernas. E os industriais sempre têm vontade melhorar”, Fernando Burgo, diretor do Istituto di Moda Burgo

Brusque na rota da moda

A sociedade de Daniela com Burgo começou há alguns anos. Formada pela Univali, ela foi para a Itália com o intuito de estudar moda e se especializar. A estilista conta que acompanhava o IMB do Brasil, mas que não foi para lá com a ideia de entrar no instituto.

Daniela morou na Itália e na França, onde fez várias peças de alta costura. Também estudou no IMB por três anos e quando esteve na Europa ganhou o prêmio Agulha de Ouro. O talento da jovem chamou a atenção de Fernando Burgo, dono de uma das franquias de moda mais respeitadas do mundo, que fez a proposta para ela vir para o Brasil tocar uma franquia.

Os motivos que trouxeram o Istituto di Moda Burgo para Brusque, mesmo com tantas outras cidades maiores aptas a recebê-lo, estão diretamente ligados à economia do município. Daniela diz que ela e o sócio fizeram pesquisas de mercado e chegaram à conclusão de que cidade tem capacidade para suportar a instituição porque já tem vocação para o têxtil.

A estilista afirma que pesou na decisão de instalar-se em Brusque a sua localização geográfica. A cidade fica próxima a São João Batistas, importante centro calçadista; Rio do Sul, que é voltada para o jeans; e também da capital do estado e de Blumenau, uma das maiores cidades de Santa Catarina. “Mas Brusque sempre será a sede no Brasil”, diz Daniela.

“Estou muito feliz por conhecer empresas que são muito modernas. E os industriais sempre têm vontade de melhorar”, afirma Burgo. A Renaux View foi uma das empresas visitadas por ele, que foi recebido também na Associação Empresarial de Brusque (Acibr). “Nunca vi uma cidade com 120 mil habitantes com tudo isso”, completa o estilista e diretor do IMB.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio