IPVA ficará em média 2,47% mais barato em Santa Catarina

Até novembro deste ano, a Prefeitura de Brusque arrecadou R$ 16,2 milhões do imposto

IPVA ficará em média 2,47% mais barato em Santa Catarina

Até novembro deste ano, a Prefeitura de Brusque arrecadou R$ 16,2 milhões do imposto

Em 2018, os proprietários de veículos emplacados em Santa Catarina irão pagar, em média, 2,47% a menos do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda, o índice representa a desvalorização dos veículos em relação a 2017 de acordo com a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que é utilizada como base de cálculo pelo órgão.

A exceção fica por conta dos proprietários de caminhões. Para 2018, os valores das carrocerias foram incorporados ao valor venal desses veículos, conforme previsto em lei.

O diretor de Administração Tributária, Ari Pritsch, lembra que a alíquota continua a mesma. “Em Santa Catarina, o IPVA varia entre 1% e 2% do valor venal do veículo. É a menor alíquota entre os estados do Sul e Sudeste”, destaca. No Rio Grande do Sul, a alíquota é de 3%, no Paraná, 3,5% e em São Paulo, 4%.

Calendário
O calendário de pagamento permanece o mesmo dos anos anteriores. Proprietários de veículos com placa final 1 têm até o último dia de janeiro para pagar em cota única. A Fazenda também oferece o parcelamento em três vezes.

Nesse caso, o prazo da primeira parcela é o 10º dia dos meses de janeiro, fevereiro e março. Em qualquer uma das modalidades, não há concessão de descontos. Os contribuintes podem antecipar o pagamento a qualquer momento.

O IPVA pode ser recolhido no Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal, Sistema Bancoob/Sicob, HSBC, Cecred, Sicredi e Sicob/Creditran. A quitação é um dos requisitos para licenciar o veículo. O não pagamento implica em notificação fiscal, com multa de 50% do valor devido, mais juros Selic ao mês ou fração.

“O motorista deve estar atento, procurar a Fazenda e colocar a conta em dia para evitar problemas futuros, como a apreensão do veículo em casos de blitz”, explica o gerente de arrecadação, Nilson Rodolfo Scheidt.

Final da placa Cota única Parcelamento-cotas
1º       2º       3º
1 Último dia de janeiro 10/01      10/02      10/03
2 Último dia de fevereiro 10/02       10/03       10/04
3 Último dia de março 10/03      10/04       10/05
4 Último dia de abril 10/04       10/05       10/06
5 Último dia de maio 10/05       10/06       10/07
6 Último dia de junho 10/06       10/07       10/08
7 Último dia de julho 10/07       10/08       10/09
8 Último dia de agosto 10/08       10/09       10/10
9 Último dia de setembro 10/09       10/10       10/11
0 Último dia de outubro 10/10       10/11      10/12

 

Arrecadação
O total de veículos tributados em Santa Catarina é de 3,3 milhões (a frota atual é de 4,8 milhões). Os demais têm isenção e/ou imunidade (veículos antigos, táxis e portadores de deficiência). Em 2017, o valor das isenções até novembro é de R$ 89,2 milhões. Motocicletas até 200CC estão isentas, condicionada a que não lhe tenha sido aplicada penalidade por infração de trânsito, no ano anterior, no caso 2017.

A Fazenda, responsável pelo recolhimento do IPVA, espera arrecadar R$ 1,6 bilhão com o tributo em 2018. Desse total, 50% serão repassados no ato do recolhimento ao município onde o veículo estiver emplacado. Até novembro deste ano, o Estado arrecadou R$ 1,5 bilhão com IPVA, o que significa um incremento de 2,14% em relação ao ano anterior.

Arrecadação de IPVA em Brusque nos últimos anos

 

Curiosidades
Em Santa Catarina, o IPVA mais caro é o de uma I/Lamborghini, ano 2016, que custará ao proprietário R$ 72.328,52.

 

 

Já o IPVA mais barato será o de uma Agrale RXT 16.5, ano 1987. O proprietário desembolsará R$ 1,42.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio