Janeiro de 2014 registrou o menor número de assassinatos desde 2008

Os homicídios acontecem com maior intensidade entre 20 horas e meia-noite

Janeiro de 2014 registrou o menor número de assassinatos desde 2008

Os homicídios acontecem com maior intensidade entre 20 horas e meia-noite

Janeiro de 2014 foi o mês que registrou o menor número de homicídios dolosos desde 2008. Este ano, ocorreram 57 assassinatos contra 66 em 2013, e 72, em 2012. Em termos percentuais, a redução foi de 13,6% em relação ao mês de janeiro de 2013.

Os casos de latrocínio também registram queda neste primeiro mês do ano em comparativo com 2013. Foram três casos registrados contra seis em janeiro do ano passado, uma redução de 50%.  

A taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes, em janeiro de 2014, ficou em 0,91 mortes. Ocorreram assassinatos em 35 cidades de Santa Catarina, 8 deles no Vale do Itajaí.

Dados

Os dados constam no boletim de homicídios, organizado pelo Núcleo de Geoprocessamento e Estatística, da Diretoria de Informação e Inteligência (DINI), da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Chapecó, com oito assassinatos, Florianópolis, com cinco, e Caçador e Criciúma, com três casos, são as cidades que registraram, em números absolutos, as maiores taxas de homicídio doloso em janeiro de 2014.

Neste primeiro mês do ano, os homicídios continuaram a acontecer com maior intensidade no período compreendido entre 20 horas e meia-noite. Já o percentual de vítima e autor de crimes violentos com antecedentes policiais é alto. No caso de vítima, este número chega a 54,4% com registros anteriores na polícia. Já com relação aos autores de homicídio, 67,9% possuem antecedentes criminais.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio