Joaquim Levy defende disciplina nos gastos do governo, em Florianópolis

Ministro disse, em palestra, que o governo estuda uma simplificação dos impostos no Brasil

Joaquim Levy defende disciplina nos gastos do governo, em Florianópolis

Ministro disse, em palestra, que o governo estuda uma simplificação dos impostos no Brasil

A geração de emprego em Santa Catarina e o equilíbrio fiscal das contas públicas do Estado foram alguns dos pontos exaltados pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em visita a Florianópolis neste sábado, 16. O ministro foi recebido pelo governador Raimundo Colombo, pelo vice Eduardo Pinho Moreira e pelo secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni, entre outras autoridades. Em Florianópolis, atendeu a imprensa e proferiu palestra aberta ao público. Em seguida, viajou para Joinville para visitar indústrias e conversar com empresários catarinenses ainda neste sábado.

“Estamos passando por um momento de ajuste, um momento de transformação da economia. O mundo todo está mudando e o Brasil também tem que mudar para encontrar o caminho da retomada. Santa Catarina é um exemplo do Brasil que dá certo. Só o trabalho gera riqueza”, destacou o ministro. Em 2014, Santa Catarina foi o maior gerador de empregos no país (53.887 novas vagas), batendo inclusive o estado de São Paulo, segundo dados do Ministério do Trabalho. E o cenário segue favorável no início deste ano. Em fevereiro, o saldo foi de 12.108 novos empregos, novamente o maior volume registrado no mês em todo o Brasil.

O ministro Levy reforçou, ainda, a disposição do governo federal em apoiar o governo catarinense em busca de soluções para desafios na infraestrutura, fator essencial para o desenvolvimento econômico. Citou os portos catarinenses como destaque nacional, reafirmou o compromisso federal de fazer a concessão do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de Florianópolis, para a iniciativa privada até 2016, e acrescentou que concessões de rodovias e ferrovias no Estado também não podem ser descartadas.

O governador Raimundo Colombo destacou a importância do diálogo com a sociedade e da transparência das ações a serem tomadas. “É fundamental que o governo se relacione com a sociedade, que argumente sobre suas decisões e permita o contraponto. Essa atitude é emblemática, um passo fundamental para o sucesso do ajuste fiscal e da economia do Brasil. A disposição de Santa Catarina é a da colaboração, estamos fazendo a nossa parte. Estamos tomando nossas medidas internas no sentido de fazer também o nosso ajuste aqui e colaborando com as medidas do governo” afirmou.

Palestra “Santa Catarina a favor do Brasil”

Para a plateia que lotou o Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, destacou as linhas de ação que o governo federal está adotando para garantir o bom desempenho econômico do país. São medida que passam pelo apoio do Congresso e que, segundo o ministro, precisam também da confiança do setor privado. Alguns pontos, em especial, foram destacados:

Ajuste fiscal
“É imprescindível que se consiga o equilíbrio das contas do governo federal. Em Santa Catarina, uma das razões para o Estado ser campeão na geração de empregos é que as contas públicas estão equilibradas. A confiança fiscal é a coisa mais importante para garantir que alguém tenha coragem de investir no país”, afirmou.

Realinhamento de preços
“Precisamos de preços realistas, saber o que vale cada coisa e quanto custa produzir cada coisa. A realidade de preços é fundamental para o sucesso de um mercado aberto, como temos no Brasil”, explicou. O ministro ressaltou, ainda, a importância de realinhamento abranger também o câmbio, para que o Brasil consiga exportar mais e com maior lucratividade.

Infraestrutura e impostos
O ministro reafirmou a parceria do governo federal para avançar na superação dos desafios de infraestrutura e ressaltou os planos de concessão privada para obras em diferentes frentes. “A infraestrutura é um ponto fundamental para o desenvolvimento, reduzindo também os nossos custos logísticos”. Levy disse, ainda, que o governo estuda uma simplificação dos impostos no Brasil, facilitando a vida dos empresários.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio