Jovem de 18 anos é morta com quatro tiros na cabeça em Ilhota

Ainda não se sabe quais seriam as motivações do crime que matou Driane Castellain

Jovem de 18 anos é morta com quatro tiros na cabeça em Ilhota

Ainda não se sabe quais seriam as motivações do crime que matou Driane Castellain

Uma jovem de 18 anos foi morta a tiros na região central de Ilhota na noite desta sexta-feira, 22. Driane Castellain teria recebido ao menos quatro disparos na cabeça no meio da rua. Drika, como era conhecida pelos amigos, era natural de Gaspar.

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Ilhota foi acionado pela Polícia Militar por volta das 20h50. A comunidade ouviu tiros na rua da Invasão, bairro Vila Nova, e um tumulto logo se formou no local.

De acordo com o comandante dos bombeiros, Carlos Osnildo Rampelotti, apesar da grande quantidade de pessoas no local, ninguém sabia o que teria motivado o ataque. A Polícia Militar chegou a realizar rondas pela região logo após encontrarem Driane sem vida, mas nenhum suspeito foi localizado.

A Polícia Civil foi logo acionada para assumir a investigação e o corpo foi levado pelo Instituto Geral de Perícias de Blumenau.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio