Conteúdo exclusivo para assinantes
Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Juiz federal de Brusque não adere à greve da categoria em defesa do auxílio-moradia

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Juiz federal de Brusque não adere à greve da categoria em defesa do auxílio-moradia

Página 3

Os juízes federais de todo o Brasil prometem para esta quinta-feira, 15, uma paralisação nos trabalhos.

A greve é uma reação proposta pela Associação dos Juízes Federais (Ajufe) em protesto contra o possível fim do auxílio-moradia de R$ 4.377 mensais pagos aos magistrados, que pode acontecer em julgamento sobre a legalidade do benefício no Supremo Tribunal Federal, marcado para 22 de março. Em Brusque, no entanto, não haverá paralisação.

O Município consultou a assessoria do juiz federal Clenio Jair Schulze, titular na 1ª Vara Federal de Brusque, para saber se o magistrado irá aderir à paralisação.

A resposta foi negativa. Segundo a assessoria, o magistrado dará expediente normal na quinta-feira, com a pauta de audiências mantida, além de uma visita de estudantes de Direito da Unifebe.

Ele é, no entanto, minoria. Segundo a Ajufe, 81% dos 1,3 mil votantes concordaram com a greve de um dia.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio