Karatecas de Guabiruba levam 14 medalhas de ouro

Os atletas se destacaram como sensação do campeonato disputado em Foz do Iguaçu

Karatecas de Guabiruba levam 14 medalhas de ouro

Os atletas se destacaram como sensação do campeonato disputado em Foz do Iguaçu

Os atletas do projeto Karatê nas Escolas, de Guabiruba, foram uma das grandes surpresas no Campeonato Mundial da modalidade, disputado em Foz do Iguaçu, no Paraná. Os guabirubenses fizeram bonito ao conquistarem 14 medalhas de ouro: sete na kategoria kumite (luta contra outro oponente) e outras sete na kata (combate com adversário imaginário).

 

Os 15 atletas que representaram a cidade competiram com cerca de outros 800 de 26 países. Na volta a Guabiruba, foram recepcionados em frente à prefeitura com muita festa dos familiares. Sidnei Decker, técnico dos atletas, comenta que o resultado foi acima das expectativas. Para ele, a preparação foi fundamental para o bom desempenho. “Desde que foi anunciado que o mundial seria no Brasil, há uns dois anos, o grupo começou a se preparar. Participou de todas as competições que surgiram, como as de âmbito regional, estadual e nacional. Mesmo com um bom desempenho nessas disputas, não esperava um resultado tão bom”, admite. “Achava que iríamos conquistar uma ou duas medalhas”, completa.

 

O técnico ressalta que algumas faixas etárias da categoria kumite tinham mais de 20 atletas disputando a medalha. “Os adversários eram fortes. Um dos nossos atletas estava perdendo a luta até os últimos segundos e virou graças a estratégias incansavelmente treinadas durante a preparação”, destaca o professor.
Ele também comenta que as medalhas conquistadas na categoria de kata foram mais fáceis devido à separação de categorias pela linhagem de karatê. No caso de Guabiruba, esse estilo era o wado ryu (mesclado com técnicas alinhadas ao jiu-jitsu). Confira no destaque como ficou o pódio guabirubense.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio