Kiko Loureiro faz workshop em Brusque

Guitarrista do Angra e Megadeth falou para cerca de 100 pessoas no Instituto Aldo Krieger na noite desta quarta-feira, 10

Kiko Loureiro faz workshop em Brusque

Guitarrista do Angra e Megadeth falou para cerca de 100 pessoas no Instituto Aldo Krieger na noite desta quarta-feira, 10

Kiko Loureiro esteve em Brusque na noite de ontem para um workshop no Instituto Aldo Krieger, onde abordou questões de técnica musical e falou um pouco sobre a sua carreira. Guitarrista da banda Angra desde 1991, ele voltou recentemente do estado no Tennessee, nos Estados Unidos, onde gravou seu primeiro álbum junto com o Megadeth, uma das maiores bandas de heavy metal do mundo.

O evento teve início às 20h, reuniu cerca de 100 pessoas e marcou também o lançamento do Rock na Praça, que deve ocorrer no dia 15 de agosto. As inscrições para as bandas da cidade iniciam nesta semana.

Antes do workshop, Loureiro conheceu a casa onde fica o instituto e um pouco da história musical da cidade. Em entrevista exclusiva ao Município Dia a Dia, Loureiro falou sobre a trajetória de sua carreira solo, como guitarrista do Angra e a gravação do novo disco do Megadeth.
Início da carreira

Prestes a completar 43 anos, no dia 16 de junho, Loureiro aprendeu a tocar guitarra ainda na adolescência e confessa que desde aquela época já gostava de dar aulas e workshops. “Como eu tinha habilidade, sempre vinha um amigo ou um conhecido pedindo pra eu ensinar a fazer um riff, ou tocar uma música, enfim, isso não é algo que surgiu ao longo do tempo, vem desde o início da minha carreira”, revela.

Ele afirma que desde o início era fã de heavy metal, inclusive, uma de suas bandas preferidas era o Megadeth, da qual ele faz parte hoje. A entrada dele no Angra aconteceu em 1991 e junto com a banda gravou mais de dez discos, além de quatro álbuns solo, sendo o último lançado em 2012 e intitulado “Sounds of Innocence”.

Em mais de 20 anos de carreira musical, Loureiro já foi responsável por algumas composições do Angra, como “Rebirth” – música composta por ele e Rafael Bittencourt – que, segundo ele, é uma das preferidas dos fãs. Com a carreira internacional, ele decidiu se mudar para Los Angeles, nos Estados Unidos, com a esposa e os filhos há três anos.
Convite do Megadeth

“Eu tinha acabado de voltar de um show na Europa com o Angra, tava mal, tinha pego uma gripe daquelas bem bravas, quando eu recebo um ligação. Era o Dave Mustaine [vocalista do Megadeth] me convidando pra gravar um disco com eles e assumir o posto de guitarrista da banda”, conta Loureiro. Ele revela que tinha visto o músico uma única vez, quando posou junto com ele para uma capa de revista nos anos 90, mas manteve contato com os outros integrantes.

A primeira coisa que ele fez foi entrar em contato com os integrantes do Angra, para ver qual era a opinião de seus colegas. “Todos me deram o maior apoio, isso me incentivou muito”, afirma. O convite aconteceu em março deste ano e no início de abril ele embarcou para o Tennessee, nos Estados Unidos, onde gravou sua parte no disco, tanto a base quanto o solo, em um estúdio de cidade chamada Franklin.

“A maioria das composições foram feitas por Mustaine, que é também o fundador da banda, e não dá pra você chegar na casa dos outros dando pitacos. Mas é claro que eu deu uns toques, fiz algumas mudanças nos riffs e todas foram bem aceitas pelo grupo”, afirma o guitarrista.

A gravação durou cerca de um mês e meio. Ele retornou no fim de maio e deve seguir com a agenda de turnês do Angra. A data para o lançamento ainda não foi definida, mas ele afirma que ainda deve demorar, já que falta a gravação de Mustaine e toda a fase de produção do álbum, que pode demorar meses e até alguns anos.
Futuro na carreira

Integrante do Angra e Megadeth, Loureiro afirma que não pensa num futuro muito distante. “Eu estou buscando pensar mais no que vai acontecer agora, o que vier depois é algo que devo pensar mais para frente”, alega ele ao ser questionado sobre o seu futuro nas duas bandas e os possíveis conflitos entre a agenda de shows das duas.

Em um primeiro momento, o Angra tem shows agendados neste ano e ele deve continuar a cumprir os compromissos com a banda. Quanto ao Megadeth, existem apenas dois shows agendados para este ano, já que eles não estão em turnê no momento. Um deles acontece durante um festival de verão em Quebec, no Canadá, no dia 18 de julho.

“Faço parte do Megadeth e do Angra, vou cumprir a agenda de shows das duas bandas esse ano. Quanto ao futuro da minha carreira, os problemas, os desafios, prefiro não pensar nisso por enquanto”, finaliza.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio