Livro sobre a religiosidade dos moradores de Guabiruba é lançado

Obra foi escrita pelo guabirubense e vigário paroquial do Azambuja, padre Eder Claudio Celva

Livro sobre a religiosidade dos moradores de Guabiruba é lançado

Obra foi escrita pelo guabirubense e vigário paroquial do Azambuja, padre Eder Claudio Celva

Já está disponível nas secretarias do Santuário e Seminário de Azambuja e na livraria Mosimann o livro Cultura e Religiosidade de um Povo. A obra foi escrita pelo padre Eder Claudio Celva – guabirubense, vigário paroquial no Santuário de Azambuja e presbítero da Arquidiocese de Florianópolis.

Ele faz um retrato da vida católica de Guabiruba nas mais de 450 páginas da obra. No livro, defronta-se o passado e o presente das crenças e a sabedoria popular local.

O padre conta que o livro começou a ser escrito há cerca de quatro anos, quando era estudante de Teologia em Florianópolis. A pesquisa originalmente foi feita como trabalho acadêmico no Instituto Teológico de Santa Catarina (Itesc) e depois acrescida de outras lembranças e temas. “A obra fala sobre os costumes do povo, em especial, guabirubense”, diz Celva.

Cultura e Religiosidade de um Povo apresenta minunciosamente a comunidade católica, constituída pelo respeito familiar e pela autoridade presente e exigente dos padres católicos, que não permitiam que coisas sem valor tomassem o lugar dos valores cristãos, na visão da Igreja Católica.

“Nessa história, ficamos conhecendo as tradições católicas e sua transição para a renovação do Concílio Vaticano II (1962-1965), sem rupturas traumáticas exatamente pela permanência dos valores do catolicismo popular, no qual a casa, a família, a capela e a igreja matriz são indicadores dos costumes religiosos e culturais”, diz o padre José Artulino Besen, do Instituto Histórico e Geográfico de SC, que escreveu o prefácio da obra.

Besen afirma que as associações religiosas como o Apostolado da Oração, as Congregações Marianas, as equipes familiares, a catequese, a devoção eucarística, peregrinações e devoções especiais a alguns santos foram importantes para conservar a fé.

O bispo emérito de Lages, Dom Oneres Marchiori, que também participou da obra com depoimentos, diz que o livro é o resultado de um trabalho de pesquisa aprofundado, repleto de fatos que engrandecem a história do povo guabirubense.

“Vamos conhecendo com detalhes a caminhada social, econômica, cultural e religiosa construída com muito trabalho, com muita dedicação e com uma fé profunda na presença de Deus nos caminhos da vida da gente que veio de longe e aqui plantou sua tenda, tendo sempre presente os valores perenes ensinados por Jesus Cristo”.


A obra

O livro Cultura e Religiosidade pode ser adquirido nas secretarias do Santuário e Seminário de Azambuja e na livraria Mosimann.
Informações nos telefones: 3396-6276 e 3355-5188.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio