Livros de autoajuda são campeões de vendas em Brusque

Augusto Cury e padres são sucesso de vendas nas livrarias do município

Livros de autoajuda são campeões de vendas em Brusque

Augusto Cury e padres são sucesso de vendas nas livrarias do município

O mercado editorial passa por um período de queda há alguns anos, contudo, alguns gêneros ainda são sucesso de venda. Pesquisa da Nielsen mostra que livros de autoajuda apresentam crescimento de 42% em números de exemplares na comparação entre 2014 e 2015. As livrarias de Brusque também registram bons números relacionados a esses títulos.

Cleimara Cabral Dutra, sócia-proprietária da Livraria Saber, afirma que a literatura de autoajuda é um dos gêneros mais vendidos. “Os livros de autoajuda estão sendo mais vendidos porque nos últimos tempos mais autores brasileiros lançaram livros de autoestima”, diz. Ela se refere aos títulos de autoajuda como autoestima, para englobar também nichos específicos como aconselhamento nos negócios, família e finanças.
Augusto Cury é sucesso de venda na Livraria Saber, assim que os livro dele chegam já começar a ser vendidos em grande número, comenta Cleimara. O sócio dela, Luiz Gustavo Boscariol, afirma que os livros de autoajuda para casais, focados na religião, também costumam vender bastante. Ele afirma que há clientes que chegam até mesmo com receitas médicas prescrevendo certos livros.

20151124-10O público deste tipo de literatura na Livraria Saber varia bastante, vai dos jovens de 18 anos aos adultos de 35 anos. No entanto, Cleimara afirma que o público infanto-juvenil também representa boa parcela desta fatia do mercado. Não se apena não, de Isabela Freitas, é sucesso, e a sequência, Não se iluda não, também tem saído bastante. Para ela, os jovens já têm uma vida agitada e com questões mal resolvidas, por isso buscam este tipo de leitura.

Jéssica Galvão, funcionária da Livraria Graf responsável pelo setor de livros, confirma que o segmento de autoajuda está em alta. Segundo ela, este gênero só perde para a literatura estrangeira em volume de vendas. Ela afirma que a mídia tem evidenciado a autoajuda, com vários filmes e séries, e que isto tem impulsionado as vendas. “O Augusto Cury vende muito bem, e os livros dos padres também”, diz. Os títulos dos padres Fábio de Melo e Marcelo Rossi estão entre os best-sellers.

Na Livraria Gralha Azul, aproximadamente, 30% do faturamento vêm do gênero de autoajuda, conforme o proprietário Celso Deucher. “Augusto Cury e Daniel Goleman vendem muito bem”, afirma. “Do Augusto Cury, o que entra, vende”, completa.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio