Livros do vestibular da Acafe estão disponíveis na biblioteca Ary Cabral

Associação educacional divulgou lista com cinco títulos que serão cobrados na prova

Livros do vestibular da Acafe estão disponíveis na biblioteca Ary Cabral

Associação educacional divulgou lista com cinco títulos que serão cobrados na prova

A Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) – que reúne dez universidades catarinenses, dentre elas Unifebe, Univali e Furb – divulgou a lista de livros obrigatórios para os vestibulares de inverno de 2015 e de verão de 2016. Em relação ao que havia sido exigido em 2014, apenas um livro foi mantido – O Fantástico na Ilha de Santa Catarina, de Franklin Cascaes. Os brusquenses, por sua vez, poderão ler os cinco volumes de graça, pois a Biblioteca Pública Municipal Ary Cabral possui todos eles disponíveis para empréstimo.

A Acafe exigirá os seguintes títulos: Várias Histórias, de Machado de Assis; A Majestade do Xingu, de Moacyr Scliar; A Hora da Estrela, de Clarice Lispector; O Cortiço, de Aluísio Azevedo, além de O Fantástico na Ilha de Santa Catarina. A leitura dos livros é cobrado nas questões de redação e língua portuguesa.

A biblioteca pública mudou as regras de empréstimo para os livros que são exigidos nos vestibulares por causa da alta procura, afirma Gabriela Garcia, estagiária. Ela explica que para realizar o cadastro no local é preciso levar RG, CPF e comprovante de residência. Não é cobrada taxa. No caso deste livros, é permitido pegar emprestado um por vez e ficar com ele por 15 dias. Não é possível renovar, para que outra pessoa possa também ler antes da chegada do dia da prova. “Vários livros já estão sendo emprestados”, afirma Gabriela.

Os livros do vestibular
Várias histórias (Machado de Assis)

Várias Histórias é uma coletânea do escritor brasileiro Machado de Assis, publicada em 1896 que reúne dezesseis contos seus publicados na Gazeta de Notícias entre 1884 e 1891. É considerada uma das suas melhores obras no gênero.
A Majestade do Xingu (Moacyr Scliar)

É uma história de destinos brasileiros na história do país. No livro, entrecruzam-se as trajetórias de índios e imigrantes, comunistas e generais, comerciantes e intelectuais, numa narrativa que oscila entre os grandes conflitos do país e problemas de relacionamento familiar. No centro da história, iluminando-a, está a figura singular de Noel Nutels, o médico judeu de origem russa que consagrou sua vida a cuidar dos índios brasileiros.
A hora da Estrela (Clarice Lispector)

O romance narra a história da datilógrafa alagoana Macabéa, que migra para o Rio de Janeiro, tendo sua rotina narrada por um escritor fictício chamado Rodrigo S.M. É talvez o seu romance mais famoso, sendo adaptado para o cinema por Suzana Amaral em 1985.
O fantástico na ilha de Santa Catarina (Franklin Cascaes)

Cascaes expõe nesta obra todas as manifestações culturais que se operam na Ilha de Santa Catarina. Da pesca da tainha à cerâmica, dos cantos aos engenhos de farinha e açúcar, aprofundou, sobretudo, o estudo que trata das lendas, através de um desenho fantástico, cujo sentido místico dimensiona uma criatividade genuína e profunda.
O Cortiço (Aluísio Azevedo)

Romance ambientado no Rio de Janeiro no século 19, desenha o painel da sociedade brasileira e de suas relações sociais, econômicas e de poder.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio