Maioria das emissoras já tem sinal digital em Brusque

SBT, RIC TV Record e RBS TV disponibilizam o sinal; das grandes emissoras, apenas a Band ainda não dispõe

Maioria das emissoras já tem sinal digital em Brusque

SBT, RIC TV Record e RBS TV disponibilizam o sinal; das grandes emissoras, apenas a Band ainda não dispõe

Depois de adiar o cronograma de desligamento da TV analógica no país, o Ministério das Comunicações divulgou, no mês passado, novas datas do processo. A maioria dos desligamentos que ocorreriam em 2016 foram transferidos para 2017. O sinal analógico será desligado para dar lugar ao sinal digital. Mesmo fora do primeiro cronograma de desligamento, Brusque já conta com sinal digital da maioria das grandes emissoras do país.

O SBT SC cobre o município através do sinal digital desde julho do ano passado. Mesmo período em que a RIC TV Record também passou a ter cobertura. Segundo o diretor regional do grupo RIC SC, Silvano Silva, a emissora mantém em Brusque tanto o sinal analógico quanto o sinal digital.

Assim como o SBT e a RICTV Record, a RBS TV também dispõe de sinal digital no município. Diferente da Bandeirantes, que é a única das grandes emissoras que ainda não tem cobertura digital em Brusque. De acordo com o Departamento Técnico da Band, apenas Florianópolis tem a cobertura em Santa Catarina e ainda não há previsão de estendê-la para Brusque.

Pioneira

Na relação publicada no Diário Oficial da União em janeiro, a cidade de Rio Verde (GO) será a pioneira no desligamento da TV analógica no país. O processo ocorrerá no dia 15 de fevereiro. Apenas a partir de outubro os próximos municípios também desligam o sinal. No dia 26 a capital do país, Brasília, e outras nove cidades seguem com o processo.

No estado, a primeira cidade a desligar o sinal será Florianópolis. No entanto, o processo ocorrerá apenas no dia 31 de janeiro de 2018. Além da capital, somente Blumenau, Jaraguá do Sul e Joinville, as três no dia 5 de dezembro de 2018, também estão no cronograma de desligamento do Ministério das Comunicações.

Diferença

A principal diferença entre o sinal digital e o analógico, segundo o diretor regional do grupo RIC SC, Silvano Silva, é a qualidade da imagem. Ele explica que a digital é livre de sombras, chuviscos e interferências.

“A programação é a mesma mas com uma TV digital a população tem acesso ao canal da RIC TV Record com toda sua programação em HD (alta definição). Ver um filme, novela ou mesmo a programação local com detalhes dos cenários, artistas, figurinos torna a experiência única para o telespectador que após assistir em HD não volta mais para o analógico”, afirma.

Para ter acesso ao sinal digital, Leandro Casas, do departamento técnico da RBS de Blumenau, explica é que necessário dispor de uma antena específica. O equipamento está disponível em lojas do setor ou de eletroeletrônicos. No entanto, a maioria das novas TVs já tem o conversor embutido, o que possibilita a captação do sinal.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio