Maioria dos feriados de 2017 cairá na quinta e sexta-feira

Além da folga de 1º de janeiro, somente o de Páscoa será em um domingo

Maioria dos feriados de 2017 cairá na quinta e sexta-feira

Além da folga de 1º de janeiro, somente o de Páscoa será em um domingo

Os amantes dos feriados podem comemorar: neste ano, a maioria deles tem potencial para se transformar em feriadões. Tirando o de ontem, somente o feriado de Páscoa será em um domingo (dia fixo). Os demais serão em dias úteis, a maioria na quinta-feira (Corpus Christi, Independência, Nossa Senhora Aparecida e Finados).

O ano também terá dois feriados em plena segunda-feira: Dia do Trabalhador e o Natal. Além do já tradicional feriado da Sexta-Feira Santa, os brusquenses ainda poderão emendar com o fim de semana o dia 4 de agosto, aniversário da cidade, que cai na sexta-feira.

Porém, se para muitos as folgas são motivos de comemoração, para grande parte dos empresários são sinônimos de dor de cabeça, principalmente para a indústria. Devido ao grande número de máquinas, parar a produção por um dia e depois religar todos os equipamentos gera um alto custo que, em época de crise, faz toda a diferença.

Para o diretor da empresa Irmãos Fischer, Edemar Fischer, o ideal seria que todos os feriados fossem transferidos para a segunda-feira. Com isso, o impacto nas contas seria menor. “Feriado no meio da semana é complicado, demanda muito consumo de energia com a religação das máquinas depois. Acredito que o impacto do feriado no início da semana seria bem menor do que no meio da semana, porque aí já pega o domingo que a máquina está parada e só religa na terça. Agora se religa na segunda e na terça ou quarta já tem que desligar fica inviável”, afirma.

O presidente da Associação Empresarial de Brusque (Acibr), Halisson Habitzreuter, afirma que para alguns segmentos os feriados prejudicam, no entanto, as empresas encontram outras formas de driblar esse problema, com compensação de horas e também turnos diferentes. “Algumas empresas negociam com os colaboradores para fazerem o feriado em um dia que cause menor impacto econômico”, diz.

Por outro lado, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Brusque, Michel Belli, diz que para o comércio, os feriadões podem se tornar lucrativos. “Quando tem feriadão o pessoal vem muito para o litoral e muitos aproveitam para vir a Brusque fazer compras. Nem todas as lojas ficam abertas, geralmente são as lojas das rodovias e nas proximidades da Havan que aproveitam o movimento nesses dias”.


Abrir a empresa no feriado vale a pena?

Com os possíveis prejuízos na produção e venda de produtos, abrir empresa nos feriados acaba transformando-se em alternativa. No entanto, especialistas orientam os setores a analisarem economicamente a situação desde o início do ano.

A hora-extra paga aos funcionários em feriados é 100%, então, a empresa tem de calcular se o montante arrecadado no dia cobrirá os gastos e trará lucros. Do contrário, manter o local aberto em feriados acaba apenas gerando prejuízo, tanto para a empresa – que não lucra – quanto para o colaborador – que perde um dia de descanso.

tabela feriados

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio