Mais de 250 atletas participam da 1ª Copa Cidade de Brusque de Vôlei para a Melhor Idade

Arena Brusque recebe a competição com idosos de cinco cidades

Mais de 250 atletas participam da 1ª Copa Cidade de Brusque de Vôlei para a Melhor Idade

Arena Brusque recebe a competição com idosos de cinco cidades

Incentivando a prática de esporte para a terceira idade, a Fundação Municipal de Esportes de Brusque (FME) realiza a 1ª Copa Cidade de Brusque de Vôlei para a Melhor Idade, na Arena Brusque. O evento tem a participação de mais de 250 idosos de cidades da região e de Cornélio Procópio, no Paraná. A copa iniciou na quarta-feira, 27 de novembro, e será encerrada na quinta-feira, 28, com a divulgação dos campeões a partir das 18h30min. 

O superintendente da FME, Alessandro Simas, relata que a ideia surgiu após uma visita a Balneário Camboriú. O projeto iniciou em Brusque com 15 atletas da terceira idade. Hoje, o grupo tem mais de 30 membros.
Copa

A competição é dividida em três categorias: máster, de 50 a 59 anos, sênior, de 60 a 70 anos, e bisa, acima de 70 anos. O coordenador de Esporte do Município, Luciano Camargo, explica que foram 268 atletas inscritos para o evento. Além do município sede, outras quatro cidades estão participando, Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes e Cornélio Procópio. Cada categoria terá duas chaves, em que todos os times jogaram contra todos. Os times com mais pontos de cada chave disputarão a final. “Para nossa surpresa, tivemos mais competidores do que imaginávamos. Todas as cidades trouxeram um time para cada categoria”, explica Camargo.

O técnico, André Boscatto, explica que os times irão jogar o vôlei adaptado. Esta modalidade, os atletas podem agarrar a bola no primeiro e segundo toque. Já o terceiro, deve ser uma jogada tracional de vôlei. Os idosos com mais de 70 anos ou com problemas nos ombros podem realizar o saque de dentro da quadra. A rede tem as medidas oficiais, 2,24 metros para os jogos femininos e 2,44 metros para os jogos masculinos.

Os amigos, Pedro Rosa, Carlos Wehmuth, Wilson Dalcastanher, estão participando pela primeira vez de uma competição de vôlei. “Somos jogadores de bolão, bocha e futebol. Agora, somos atletas do vôlei. Ainda, estamos aprendendo. É de uma maneira diferente, que ajuda aos mais velhos jogarem”, relata Rosa. No time feminino de Brusque, Darcy Maurici Tormena e Gercy Tormena Rodrigues  contam que participaram do primeiro Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), em 1960. “Jogamos vôlei no primeiro Jasc. Isto há 50 anos. Agora, estamos aqui reaprendendo a jogar vôlei”, destaca Darcy. 

Os time brusquenses prestarão homenagem  para Marlete Gums, membro da equipe que faleceu na última sexta-feira. O deputado estadual, Maurício José Eskudlark, prestou aos famílias uma homenagem da FME para a  família de Marlete.

A intenção da Copa é levar a prática de esportes para mais pessoas da terceira idade. Camargo informa que estão conversando com os municípios vizinhos, Guabiruba, São João Batista e Nova Trento, para estender o projeto até eles. “Queremos divulgar o trabalho, incentivar as outras cidades para participar. E, quem sabe, consigamos colocar nos Jogos da Terceira Idade (Jasti)”, diz. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio