Mais duas pessoas são internadas com suspeita de H1N1

Casos foram encaminhados ao Hospital Evangélico e seguem em observação

Mais duas pessoas são internadas com suspeita de H1N1

Casos foram encaminhados ao Hospital Evangélico e seguem em observação

Só o HE aplicou 253 doses da vacina contra H1N1 no sábado, 19 – Crédito: Sarita Gianesini

De acordo com a médica especialista em cuidados intensivos Flávia Gomes Galdeano, há dois casos de suspeita de contaminação pelo vírus Influenza A (H1N1), internados em área de isolamento da Maternidade e Hospital Evangélico de Brusque. 

A médica ressalta que são suspeitas, que dependem da confirmação através de exame realizado pela Vigilância Epidemiológica. Uma jovem, de 21 anos, e um homem, de 42 anos, deram entrada no hospital na madrugada de sexta-feira, 18, e seguem isolados aguardando o resultado do exame para H1N1 . 

Flávia orienta a população a manter cuidados de higiene simples, como manter as mãos limpas e procurar a prevenção através da vacina. 

– Por enquanto, nada muda quanto à prevenção, a Vigilância Epidemiológica está tranquila. 

Brusque tem um caso de Influenza A (H1N1) confirmado desde terça-feira, 15. 

Casos em Brusque
A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Grasiela Costa, explica que as amostras coletadas nas pessoas com suspeita de H1N1 foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Florianópolis. Os resultados, devem sair no início desta semana.
No entanto, mesmo quando o caso é apenas de suspeita, os pacientes já recebem a medicação indicada para o tratamento da Influenza A, o Tamiflu. 
Prevenção
De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, a campanha de vacinação para prevenir gripe continua até a próxima sexta-feira, 25 de maio. 
Podem se vacinar de forma gratuita nas Unidades de Saúde da rede municipal crianças de seis meses até dois anos, gestantes, idosos e trabalhadores da saúde. 
Grasiela Costa ressalta que não há motivo para pânico e que a população deve tomar alguns cuidados como cobrir a boca ao tossir, usar lenços descartáveis, evitar locais fechados e procurar um médico em caso de tosse ou febre.

Saiba aqui outras recomendações para prevenção do Ministério da Saúde. 

Na região
Em seu último relatório, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado de Santa Catarina, divulgou que há dois registros de óbito por H1N1 no estado, um em Blumenau e outro em Itajaí. 

**Acompanhe atualizações em breve e leia a notícia completa sobre a H1N1 em Brusque na edição
 de segunda-feira
*Texto atualizado às 15h02. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio