Mais três casos de impetigo são investigados em Brusque

Mães que suspeitam da doença devem procurar imediatamente uma unidade básica de saúde

Mais três casos de impetigo são investigados em Brusque

Mães que suspeitam da doença devem procurar imediatamente uma unidade básica de saúde

A Vigilância Epidemiológica de Brusque iniciou na manhã desta sexta-feira, 22, a investigação de mais três casos suspeitos de impetigo, doença bacteriana da pele que já ocasionou a suspensão das aulas do Centro de Educação Infantil Laura Cattani Leite, no Cedrinho, até terça-feira, 26, com dez alunos e três servidores infectados. 

De acordo com a coordenadora do órgão, Fernanda Lippert, os casos em investigação são tratados como isolados e, agora, a vigilância vai verificar se há algum tipo de ligação com a escola do Cedrinho.

A orientação é que as mães que suspeitarem da doença, procurem imediatamente uma unidade básica de saúde para ter a confirmação. “Todas as unidades de saúde já estão orientadas, foi emitido um aviso epidemiológico e a confirmação do impetigo é feito por meio de comprovação clínica”, diz.

De acordo com Fernanda, a higiene é a principal forma de combater à bactéria. “É importante lavar muito bem as mãos e não compartilhar itens pessoais como roupas, lençóis e até brinquedos. Essa bactéria fica alojada e é altamente contagiosa”.

Fernanda ressalta ainda que o CEI Laura Cattani Leite já recebeu inspeção e passará por uma limpeza geral para acabar com a contaminação. “Estamos muito atentos a esta situação. Não é momento para pânico, mas de redobrar a atenção para evitar o contágio”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio