Maluche passa fácil pelo Santa Terezinha

Na abertura do vôlei feminino nos Jacobs, Maluche massacra atletas do Santa Terezinha

Maluche passa fácil pelo Santa Terezinha

Na abertura do vôlei feminino nos Jacobs, Maluche massacra atletas do Santa Terezinha

Na estreia da modalidade de Voleibol Feminino pelos Jogos Abertos Comunitários de Brusque (Jacobs) – Troféu Jornal Município 60 Anos, as atletas do bairro Maluche passaram tranquilamente pelo Santa Terezinha na noite de ontem. O jogo teve ritmo de treino e as jogadoras venceram por 2 sets a 0, com parciais de 25 a 5 e 25 a 4. As partidas foram realizadas na Sociedade Esportiva Bandeirante.

As duas equipes se confrontaram buscando vaga nas semifinais pelo grupo A, que conta ainda com o Guarani. O jogo entre Guarani e Maluche será na próxima quinta-feira, dia 28. Segundo a atleta Liana Rossel, a promessa é de um grande jogo em busca da vaga. “São boas atletas que se conhecem e treinam juntas. Deve ser uma partida das mais difíceis que teremos pela frente”, afirma. Antes disso, hoje, o Guarani enfrenta o Santa Terezinha, que busca recuperação após a amarga derrota de ontem.

No outro jogo da noite, pelo grupo B, o São Luiz ficou na liderança após vencer o São Pedro por 2 sets 0. Pelo naipe masculino, o Guarani venceu o Steffen pelo mesmo placar.

Jogo fácil

No primeiro set, a equipe do Maluche sequer deixou as adversárias jogarem. Mostrando firmeza, tanto na defesa quanto na hora de atacar, as atletas abriram uma larga vantagem. O Santa Terezinha só conseguiu seu primeiro ponto quando já perdia por 13 a 0.

Somente a partir do décimo oitavo ponto do Maluche as atletas de branco mostraram maior competitividade. Buscando bolas ao fundo, esboçaram uma reação na quadra do Bandeirante. Fizeram dois pontos seguidos, segurando as fortes cortadas vindas principalmente das irmãs Karina e Karoline. Mas por fim, se renderam ao entrosamento das adversárias e perderam o set por 25 a 5.

No segundo set, o Santa Terezinha mostrou ainda mais falta de organização em quadra. O mal posicionamento facilitava as jogadas do Maluche, que encontrava buracos no lado adversário. A falta de ritmo também atrapalhou, e por vezes as jogadoras perdiam o tempo da bola. Tudo isto culminou em uma derrota ainda maior para o Maluche: 25 a 4.

O mal desempenho do Santa Terezinha não tira os méritos da equipe vencedora. Para Rossel, veterana que disputa o vôlei dos Jacobs desde a primeira edição, o segredo é a história campeã de cada atleta. “Muitas aqui jogaram vôlei por anos nos colégios brusquenses, como eu. Algumas participaram até de equipes de rendimento. Somos ex-atletas que ainda sabem como se portar em quadra”, explica.

Esporte em família

Além do placar elástico na estreia, outro fator chamou a atenção na equipe do Maluche. Rut Heil Soares, jogadora do time, é mãe de outras duas atletas, as gêmeas Karina Heil Soares e Karoline Heil Soares. As três estão jogando pela equipe de vôlei do bairro Maluche nesta edição dos Jacobs, e fizeram a estreia contra o Santa Terezinha. “Nós nunca havíamos jogado juntas. Nem treinamos para esta noite. O jogo de hoje foi o primeiro em família”, afirma Karina.

A estreia com o pé direito, no entanto, não empolga as membras da família Heil Soares. Para manter o ritmo de vitórias, sabem que será preciso ainda mais dedicação durante o campeonato. “Estamos tentando encontrar uma quadra para treinar. É importante se quisermos conquistar o título este ano”, afirma Karoline.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio