Marcílio Dias reverte no Pleno, e Brusque perde título do turno da Divisão Especial

Marreco deve protocolar recurso no STJD, no Rio, e reaver temporariamente os pontos perdidos

Marcílio Dias reverte no Pleno, e Brusque perde título do turno da Divisão Especial

Marreco deve protocolar recurso no STJD, no Rio, e reaver temporariamente os pontos perdidos

O título do turno da Divisão Especial do Campeonato Catarinense não pertence mais ao Marreco. Consequentemente, a vaga garantida no quadrangular final também foi por água abaixo. O Marcílio Dias conseguiu reverter a decisão em primeira instância que absolvia o clube por supostamente ter escalado jogador irregular e é o novo campeão do turno. 


No entanto, a situação é provisória. Pelo menos, até o Marreco protocolar recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. Fato que segundo o presidente Danilo Rezini deve acontecer ainda nesta terça-feira ou até quarta. 


– A partir do momento que entrarmos com recurso, os pontos perdidos voltam para o Brusque porque a causa está sub judice – ressalta.


A decisão que tirou provisoriamente o título do turno das mãos do Marreco foi proferida em sessão extraordinária na noite desta segunda-feira, 29 de julho. O Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD/SC) teve entendimento diferente da Primeira Comissão Disciplinar e considerou o Marreco culpado por escalar o jogador Venício dos Santos Rocha como “atleta não-profissional” na partida do dia 30 de maio, contra Tubarão.


Foram seis votos favoráveis à condenação e apenas um a favor. O Brusque foi penalizado com a perda de seis pontos na competição (três conquistados na vitória por 2 a 0 e mais três como punição). Também terá que arcar com multa de R$ 500.


O Concórdia foi julgado pelo mesmo motivo e também teve a decisão da Primeira Comissão Disciplinar revertida. A equipe foi punida com multa de R$ 3,5 mil e perda de 21 pontos. O Galo do Oeste caiu para a lanterna da competição e também já anunciou que vai recorrer da decisão.


Leia a reportagem completa e os detalhes do julgamento na edição impressa do MDD desta terça-feira, 30 de julho.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio