Paciente do Centro de Atenção Psicossocial de Brusque (Caps), Maria Celita Gallassini, 60 anos, foi encaminhada para fazer exames de rotina pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Ela fez a mamografia, e no exame, apareceu algo preocupante. Celita foi encaminhada para o ultrassom, onde foi constatado um tumor pequeno na mama esquerda. Ela fez a biópsia e, apesar de pequeno, o tumor era maligno.

Maria Celita Gallassini
Idade: 63 anos
Profissão: Aposentada
Bairro: São Pedro

Celita, então, iniciou o tratamento, fez cirurgia para a retirada total da mama esquerda no fim do ano passado e, agora, está sendo acompanhada pelos médicos. Ela conta que no começo ficou bastante preocupada com a doença, mas enfrentou com otimismo. “Eu não me conformava, mas é preciso enfrentar”, diz.

Após a cirurgia, ela até adquiriu novos hábitos, como a prática de exercício físico. “Comecei a fazer academia e me sinto bem melhor”.

Para as mulheres que estão passando pela doença, ela deixa um recado. “Lutem. Eu lutei e deu tudo certo. A gente sofre, mas tem que enfrentar”.

Deixe uma resposta