Secretaria de Saúde quer duplicar número de exames laboratoriais

Reclamação de demora para a realização de testes, feita ao Comusa, é contestada pelo secretário

Secretaria de Saúde quer duplicar número de exames laboratoriais

Reclamação de demora para a realização de testes, feita ao Comusa, é contestada pelo secretário

A demora para a realização de exames laboratoriais volta a ser assunto após ofício encaminhado pela União Brusquense das Associações de Moradores (Ubam) ao Conselho Municipal da Saúde (Comusa) na semana passada. No documento, a entidade pede explicações “sobre a espera de seis meses para um exame de sangue normal”.

O secretário de Saúde, Humberto Fornari, contesta a informação de que os exames estejam demorando tanto para ser realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A Ubam não informa exatamente qual é o tipo de exame que estaria demorando, mas Fornari diz que hemogramas corriqueiros não levam tanto tempo.

O secretário afirma que a média de espera para um exame de sangue de rotina é de aproximadamente 30 dias, o que ele considera razoável. Fornari afirma ainda que testes de emergência são realizados mais rapidamente.

Para o secretário, uma explicação para uma demora de seis meses alegada pela Ubam seria um exame mais complexo. Nestes casos, quando não há demanda suficiente somente em Brusque, os testes são contratados por meio do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (Cisamvi) e realizados fora da cidade.

Cotas dobradas
A situação envolvendo os exames de rotina se agravou no fim do ano passado. A Prefeitura de Brusque cortou todos os testes que não eram de emergência, sob o argumento de contenção de despesas. Neste ano, o fluxo foi retomado.

Fornari diz que as cotas de exames da Secretaria da Saúde foram praticamente dobradas. “Compramos uma briga com as entidades sindicais no sentido de vir mais cotas para o município”. As antigas reservas de exames que os sindicatos tinham garantidas foram suspensas, e agora estão incluídas no SUS para a população em geral.

De acordo com o secretário de Saúde, atualmente, o laboratório municipal realiza cerca de 700 exames diariamente. “Com a mesma equipe, é só questão de organização e fluxo”. A meta é atingir 14 mil exames mensais, o dobro que era realizado até janeiro.

A Secretaria de Saúde também investirá R$ 30 mil a mais para convênios com laboratórios da cidade para atender a demanda do SUS.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio