Hoje é aniversário do senhor Michael Philip Jagger. No próximo aniversário, se o mundo não acabar antes, ele chega aos 70 anos. 
Para o bem e para o mal, aí temos uma pessoa que não está nem um pouco interessado em agir de acordo com que os outros acham apropriado. Meio ridículo, cheio de energia, preso no próprio personagem? Fica difícil chegar a uma conclusão. Na comparação, claro, o folclore de Keith Richards e a classe desencanada de Charlie Watts  parecem melhor temperados. 

Mas não sou capaz de trair um velho amor: quando Mick Jagger estava recém chegado na casa dos 30, eu tinha sua foto na cabeceira da cama. Era algo parecida com esta foto, de uma página arrancada do Velhidade.



Então e portanto, sem críticas: feliz aniversário para ele. Muitas felicidades e muitos anos de vida. Ao som de uma das minhas músicas preferidas da banda, Fool to Cry


Impressão minha ou este ano está cheio de caminhos que desembocam na nostalgia?