Ministério do Trabalho emite 1.841 Carteiras de Trabalho neste ano em Brusque

Alto índice é explicado pela procura frequente pela segunda via do documento

Ministério do Trabalho emite 1.841 Carteiras de Trabalho neste ano em Brusque

Alto índice é explicado pela procura frequente pela segunda via do documento

De acordo com a chefe da agência do Ministério do Trabalho em Brusque, Leniria da Cunha, em 2011 foram emitidas 4.500 novas carteiras de trabalho na cidade. Até a segunda-feira, 23 de abril, o número de emissões em 2012 estava em 1.841 e a tendência é que a quantidade de carteiras novas seja igual ou até superior ao ano que passou.

Para Lenira, o número revela decréscimo na informalidade. Entretanto, não significa que novas pessoas estejam ingressando no mercado de trabalho brusquense. A quantidade de novas vias do documento é uma consequência do mercado de trabalho aquecido de Brusque, onde sobram vagas e faltam pessoas para trabalhar.

Atualmente, existem perfis diferentes de trabalhadores que procuram o Ministério de Trabalho em busca do documento. Além de quem realmente está iniciando no mercado do trabalho, Lenira diz que existem as pessoas que vêm de outros estados brasileiros, principalmente do Nordeste.

– Se antes era o Paraná, agora atendemos muitas pessoas da Bahia, Piauí, Maranhão, etc e quando elas chegam em Brusque, antes de irem procurar emprego, buscam uma segunda via da carteira – explica.

A busca pela segunda via se transformou em um artifício para esconder o passado profissional. As pessoas desejam esconder que passaram por diversos empregos e, principalmente, o tempo de permanência.

Segundo a chefe do MT, a rotatividade constatada na Carteira de Trabalho é um fator negativo no momento da contratação.


Porém, a rotatividade não é porque os empregadores brusquenses estão demitindo demais e sim porque os trabalhadores estão podendo escolher o seu emprego. Com isso, os sindicalistas afirmam que os pedidos de demissões estão acontecendo por aumento de salário ou outros benéfícios. 

** Saiba mais detalhes sobre a reportagem na edição impressa do MDD desta quarta-feira, 25 de abril.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio