Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Ministro catarinense Jorge Mussi ganha evidência ao negar recurso em que Lula queria livrar-se da cadeia

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Ministro catarinense Jorge Mussi ganha evidência ao negar recurso em que Lula queria livrar-se da cadeia

Raul Sartori

Vitrine
Há cinco anos no Superior Tribunal de Justiça, o ministro catarinense Jorge Mussi teve ontem seu grande momento de exposição na mídia nacional ao dar aquele que foi e é, certamente, seu mais importante voto, negando recurso em que Lula queria livrar-se da cadeia. Sucinto, disse que na jurisprudência em vigor a prisão em segunda instância não é uma ofensa ao princípio constitucional da presunção de inocência. Sites especializados em assuntos jurídicos dizem que Mussi se destaca no STJ pela busca constante da resolução de conflitos e pela defesa da conciliação e da valorização das penas alternativas.

Estarrecedor
Na semana passada, senadoras do PT (à frente a catarinense Vanessa Grazziottin, do PCdoB do Amazonas) e de partidos de esquerda, chegaram no gabinete da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, sem avisar, para pedir que ela pautasse o habeas corpus em que Lula pede para não ser preso. O inacreditável e estarrecedor: foram acompanhadas e participou da conversa o ministro Ricardo Lewandowski, do mesmo STF.

Partido Novo
O Partido Novo de SC promove dia 17, na Fiesc, em Florianópolis, seu primeiro encontro de abrangência estadual, com a presença do pré-candidato à Presidência, o empresário João Amoêdo. Estarão em pauta a atuação política do partido, as dificuldades de se empreender no Brasil e uma apresentação das propostas e de seus pré-candidatos. Importante novidade: todo o evento será custeado pelos próprios participantes, já que o Novo não utiliza recursos públicos para sua manutenção. Que sirva de exemplo e modelo.

Censura
A pedido da delegada da Policia Federal em SC, Erika Marena, o repórter especial do Jornal do Brasil, Marcelo Auler, está impedido, até o caso ser apreciado no Supremo Tribunal Federal, o que deve acontecer amanhã, de publicar qualquer outra reportagem sobre a Operação Ouvidos Moucos, que a policial coordenou e que envolveu suposto desvio de dinheiro na UFSC. Como se sabe, por consequência da operação, o então reitor, Luiz Carlos Cancelier, se suicidou. Nos textos, Auler questiona a conduta da policial no episódio.

Aulas do “golpe”
Aconteceu na segunda-feira à noite a primeira aula, ministrada por seu criador e titular, o cientista político catarinense Luís Felipe Miguel, da disciplina “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”, na Universidade de Brasília (UnB). Jornalistas não puderam acompanhar e os alunos foram orientados a nada gravar. Apesar da UnB dizer que além das 41 vagas ofertadas há uma lista de espera de outros 40 interessados, apenas 30 estiveram presentes na primeira aula, onde se discutiu uma revisão dos conceitos e bibliografia sobre “golpe de Estado”, com base em texto do cientista político Álvaro Bianchi.

Trinca tensa
Correligionários do MDB não escondem crescente preocupação. As pequenas diferenças que haviam entre o prefeito de Joinville, Udo Döhler, o deputado federal Mauro Mariani e o governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira, todos abertamente pré-candidatos ao governo do estado, se agigantaram nos últimos dias, principalmente entre os dois primeiros, na medida em que cada um tenta superar o outro, quase na base do grito.

Cinismo
Ainda bem que alguns jornalistas abriram o olho e o Conselho do Senado, encurralado, voltou atrás e arquivou o chamado anteprojeto das “fake news”, redigido lá e sabe-se a mando de quem, prevendo a suspensão de notícias falsas na internet sem autorização judicial.

Defensora
Ana Carolina Dihl Cavalin, 41 anos, assume nesta quinta-feira, Dia Internacional da Mulher, o comando da Defensoria Pública do Estado, responsável pela assistência jurídica gratuita à população carente de SC. Substitui o eficiente Ralf Zimmer Junior, no cargo desde setembro de 2016.

Homenagem
A Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura de SC (AsBEA/SC) será homenageada dia 12, no Hotel Unique, em São Paulo, pela cerâmica catarinense Portobello. A entidade, através de sua presidente, Tatiana Filomeno, será condecorada pelo seu trabalho em apoio ao desenvolvimento do setor em SC e no Brasil. O encontro irá reunir 800 arquitetos de todo país e premiará projetos sustentáveis e sociais em evidência.

Lá e cá
O escritor catarinense Deonísio da Silva, radicado no Rio de Janeiro, manda curiosa contribuição da ex-colega de universidade Vania Winters, que mora nos Estados Unidos. Ela informa que algumas escolas de lá estão fazendo edições especiais de “Romeu e Julieta” para extirpar pênis, vagina e outras referências sexuais daquela e de outras obras de Shakespeare e de outros autores clássicos. Cruzes!

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio