Moradores do Limoeiro protestam contra passagem de caminhões

Rua usada como acesso provisório não teria condições de suportar fluxo de veículos

Moradores do Limoeiro protestam contra passagem de caminhões

Rua usada como acesso provisório não teria condições de suportar fluxo de veículos

Os moradores da rua João Hamilton Merísio Junior, entre os municípios de Brusque e Itajaí, fecharam a via por volta das 17 horas desta segunda-feira, 13 de maio, em protesto ao uso da rua como acesso à ponte que liga o bairro Limoeiro à rua Abraão Souza e Silva, popular Estrada da Fazenda. Eles bloquearam a passagem de veículos com entulho e colocaram fogo em pneus. De acordo com os populares, o problema começou com a inauguração da nova ponte, em fevereiro deste ano. O projeto, que prevê a passagem de veículos pelo traçado da ponte, não foi seguido devido a indefinição quanto a construção dos acessos. A solução encontrada foi desviar o tráfego temporariamente para a estreita rua de chão batido. Desde então o início das obras é aguardado, mas o impasse permanece.

Segundo o morador João Carlos Gonçalves, 54 anos, o tráfego de veículos pesados é o principal problema, pois é intenso e já prejudica a estrutura das casas, que apresentam rachaduras. Para ele, a rua é muito estreita para comportar o fluxo de veículos que recebe atualmente. “Os caminhões estão destruindo a nossa rua. Falaram que era só por três meses, mas até agora nada”, conta. A expectativa da Prefeitura de Brusque é que quando ficar pronto, o novo acesso receba mais de 6 mil veículos por dia.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio