Moradores pedem mudanças no projeto de duplicação da rodovia Antônio Heil

Comunidade participou da reunião realizada na noite desta terça-feira, que contou com a presença dos prefeitos de Brusque Itajaí

Moradores pedem mudanças no projeto de duplicação da rodovia Antônio Heil

Comunidade participou da reunião realizada na noite desta terça-feira, que contou com a presença dos prefeitos de Brusque Itajaí

O centro comunitário do bairro Limoeiro, em Itajaí, ficou lotado na noite desta terça-feira, 28, para uma reunião pública que discutiu alterações no projeto de duplicação da rodovia Antônio Heil (SC-486). O encontro foi realizada em cumprimento a uma decisão judicial, para que os moradores dos bairros Planalto e Limoeiro, em Itajaí e Brusque, apresentassem suas reivindicações ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).

Os moradores apresentaram quatro sugestões, as quais foram discutidas no encontro. A comunidade reivindica a construção de um elevado na entrada do bairro Limoeiro – na altura do km 20 (próximo ao motel Deorum); uma passarela próximo à panificadora Sodepan; a retirada da mureta divisória da pista e também mais uma saída do bairro, na estrada do parque aquático Mineral Água Park.

O engenheiro da Prosul, responsável pela supervisão da duplicação, Maicon Simon, apresentou o projeto de duplicação e também as modificações solicitadas pelos moradores, que poderão ser atendidas.

Para as duas primeiras solicitações, já há estudo em andamento. “Ao invés da rotatória que estava prevista, a comunidade solicita um elevado na altura do km 20. A elaboração desta modificação está em fase de projeto e já foi encaminhada ao Deinfra”, explica.

Já a passarela próxima à Sodepan está em fase de verificação com os moradores, para que a empresa possa executar o estudo e o Deinfra contratar o projeto da obra. “Essas duas são obras que serão executadas de forma separada da duplicação, já que não estão previstas no projeto”, diz.

Sem muretas e mais retornos
A principal reivindicação dos moradores durante a reunião, entretanto, foi a retirada da mureta que dividirá as pistas e também a construção de mais uma saída do bairro, já que o projeto original prevê três entradas e apenas uma saída. “Do jeito que o projeto está fica inviável, temos muitas empresas aqui no bairro, um parque aquático que na temporada tem muito movimento, e apenas uma rua para sair do bairro. Ficará intransitável e nos trará muitos prejuízos”, diz o presidente da Associação de Moradores do Limoeiro, Luiz Sérgio Tambosi.

O vice-presidente da associação, Álvaro Laurentino, ressaltou a preocupação dos comerciantes com relação à divisória da pista. “Toda pista que tem divisória no meio e não tem condição de retorno, não desenvolve. O Deinfra alega a questão da segurança, mas para isso tem radar, tem sinalização. Acredito que um canteiro seria muito melhor. Nós que vamos conviver com o problema, comércios serão fechados, estamos longe da sede do município e geramos nossa própria riqueza aqui”, afirma.

O representante do Deinfra presente na reunião, engenheiro Luiz Gonzaga, afirmou que levará as solicitações da comunidade ao órgão, entretanto, não garante que as reivindicações sejam atendidas. “Tudo aquilo que for possível para melhoria da comunidade, vamos fazer, a rodovia é feita para melhorar a qualidade de vida das pessoas e não para prejudicar. Estamos abertos a reivindicações, não vou prometer que serão todas atendidas, mas vou levar ao conhecimento da direção do Deinfra”.

Também participaram da reunião os prefeitos de Brusque e Itajaí, Jonas Paegle e Volnei Morastoni, respectivamente, além do vice-prefeito de Brusque, Ari Vequi, o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Brusque, Ewaldo Ristow, e o presidente da Câmara de Vereadores de Brusque, Jean Pirola.

Os prefeitos apoiaram as solicitações dos moradores e, no próximo mês terão reunião com o Deinfra, onde apresentarão as reivindicações da comunidade. Após a reunião, um novo encontro será marcado para dar uma resposta aos moradores sobre o assunto.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio