Morre a historiadora Maria Luiza Renaux, bisneta de Cônsul Carlos Renaux

Ela faleceu nesta quinta-feira, no hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí

  • Por Redação
  • 10:52
  • Atualizado às 11:13

Morre a historiadora Maria Luiza Renaux, bisneta de Cônsul Carlos Renaux

Ela faleceu nesta quinta-feira, no hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí

  • Por Redação
  • 10:52
  • Atualizado às 11:13
  • +A-A

Morreu na noite desta quinta-feira, 5, por volta das 23 horas, a historiadora Maria Luiza Luiza Renaux, aos 70 anos. Segundo a funerária SC Convênios, o falecimento ocorreu no hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, e a morte foi por causas naturais.

Nascida aos 30 de setembro de 1946, era uma das grandes entusiastas em preservar a história de Brusque. Mantinha altamente conservado o casarão chamado “Villa Renaux”, próximo à fábrica Renaux, no bairro Primeiro de Maio.

Maria Luiza era bisneta de Cônsul Carlos Renaux, fundador da primeira fiação de Brusque, e fazia questão de manter preservada a casa construída pelo bisavô, paixão que é refletida em declaração dada por ela ao Município Dia a Dia, em 2015, ao falar sobre a preservação da casa.

“A minha vida se concentra nisso”, disse ela, que também era arquiteta.

Ela deixa três filhos e cinco netos. Segundo a funerária, o velório será realizado neste sábado, 7, a partir das 9 horas, em Brusque. O sepultamento será no domingo, às 11h30, no cemitério da comunidade Luterana.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
+