Morre fundador do Colégio Cenecista Honório Miranda, de Brusque

Euclides Visconti, 81 anos, faleceu na noite de quinta-feira, 21 de novembro, no Hospital Azambuja

Morre fundador do Colégio Cenecista Honório Miranda, de Brusque

Euclides Visconti, 81 anos, faleceu na noite de quinta-feira, 21 de novembro, no Hospital Azambuja

Morreu na noite de quinta-feira, 21 de novembro, no Hospital Azambuja, o advogado e professor Euclides Visconti, 81 anos. Internado desde domingo, 17, para se tratar de problemas nos rins, Visconti faleceu em decorrência de uma hemorragia.

Advogado renomado em Brusque, a vida de Visconti foi marcada pela luta pela educação. Deixou como legado para o município o Colégio Cenecista Honório Miranda, o qual foi fundador.
“Meu irmão foi o fundador do Honório Miranda. Teve uma história muito bonita com a educação e merece ser lembrado”, diz Ivo Mário Visconti, um dos três irmãos do advogado.

O colégio surgiu da vontade do advogado em diversificar o ensino no município. “Eu estava no Rio de Janeiro quando conheci o professor Tiago Felipe Gomes, o responsável pela rede no Brasil. Falei sobre Brusque e disse que ele poderia procurar o Euclides. Ele veio até o município, conversou com o meu irmão e eles começaram a criar o colégio”, lembra Ivo.

O colégio surgiu em 8 de março de 1962 pela vontade de Euclides e dos alunos. “Meu irmão, os professores e os próprios alunos é que colocaram a mão na massa para construir o colégio”, diz.

Visconti foi também vereador de Brusque na legislatura de 1973 a 1976. “Ele merece todas as homenagens, foi um grande homem”, afirma o irmão.

Euclides foi sepultado no fim da tarde de sexta-feira, 22 de novembro, no cemitério Parque da Saudade. Ele deixa a esposa, Amélia Debrassi Visconti, e mais três irmãos: Ivo Mário, Nildo Orlando e Vitor Paulo Visconti.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio