Morre Harry Kormann, dono do restaurante Schumacher, de Guabiruba

Ele faleceu em casa; a causa da morte não foi informada

Morre Harry Kormann, dono do restaurante Schumacher, de Guabiruba

Ele faleceu em casa; a causa da morte não foi informada

O empresário Harry Kormann faleceu de causas naturais às 12h30 desta quinta-feira, 9, em sua residência em Guabiruba.

Harry, que tinha 91 anos, era proprietário do conhecido do restaurante e churrascaria Schumacher, conhecido como Schuma, no mesmo município.

Ele era casado com dona Renata Schumacher Kormann e deixa cinco filhos: o ex-prefeito Orides, Heinz, Valdir, Haroldo e Ademar.

O corpo está sendo velado na capela mortuária do Centro. A missa de corpo presente será nesta sexta-feira, 10, às 10h30. Logo em seguida, ele será enterrado no cemitério também do Centro.

A prefeitura emitiu nota de pesar assinada pelo prefeito Matias Kohler e o vice Valmir Zirke. “Sua contribuição para a história da nossa cidade é o grande legado que deixa e que nos faz registrar a gratidão e o reconhecimento em nome de todos os guabirubenses. Unidos na dor da família, rogamos por seu descanso eterno e manifestamos votos de pesar e conforto”.

Trajetória
Filho de Theodoro Kormann e Maria Josefina Kirschner Kormann, Harry era natural de Guabiruba, que na época de seu nascimento ainda era Brusque.

Ele tinha cinco irmãos: Valéria, Valtrudes, Bruno, Alício e Elfrida. Harry se casou com dona Renata em 24 de abril de 1952.

Ele trabalhou na roça, em fretes e como tecelão antes do restaurante. Na Iresa, ficou de 1941 a 1973.

Em maio de 73, ele adquiriu o restaurante Schumacher do antigo dono, Osvaldo Schumacher. Resolveu manter o nome, por isso embora seja Kormann, o estabelecimento se chama Schumacher.