Motorista atropela e foge, mas é preso pouco tempo depois usando drogas

Rodolfo Rocha Gomes Florio, 36 anos, é reincidente nesse crime

Motorista atropela e foge, mas é preso pouco tempo depois usando drogas

Rodolfo Rocha Gomes Florio, 36 anos, é reincidente nesse crime

Na manhã deste sábado, 9, por volta das 10h, ocorreu o atropelamento do haitiano Júnior Philistin, 23 anos, no momento em que ele cruzava uma faixa de pedestre, na rua Anita Garibaldi, bairro São Luiz.

O condutor do veículo que causou o acidente, uma Duster de cor branca, fugiu sem prestar socorro à vítima, que foi levada para o Hospital Azambuja pelo Corpo de Bombeiros.

No primeiro momento os médicos que avaliaram o quadro clínico do atropelado acreditaram que poderia ter ocorrido algo mais grave e decidiram pedir exames complementares que comprovaram que as lesões foram leves, ou seja, apenas escoriações, mas sem gravidade.

A Polícia Militar foi acionada tão logo ocorreu a fuga do motorista e um policial de folga viu o veículo no próprio bairro e anotou a placa. Inicialmente indicava que a proprietária seria uma mulher que mora no bairro Jardim Maluche, mas depois veio a informação de que o condutor residia em um apartamento na rua Adolpho Walendowsky, no bairro São Luiz.

Sob o comando do subtenente Edenilson os policiais localizaram o veículo e o apartamento do motorista, identificado como sendo Rodolfo Rocha Gomes Florio, 36 anos.

A princípio houve a recusa em abrir a porta, mas assim que foi liberada a entrada dos PMs, constatou-se que o motorista estava usando entorpecente, sendo encontrado um cachimbo e outras evidências de crack. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de Polícia.

Segundo o comandante da operação, Florio possui 21 registros de passagens pela polícia e um deles por se envolver em acidente e não prestar socorro à vítima, em outra ocasião, ou seja, é reincidente.  “Ao abrir a porta, constatamos que o mesmo é dependente químico e estava inclusive fazendo uso de entorpecente, o crack, no momento da abordagem policial”, disse o subtenente Edenilson.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio