Motorista da Uber é intimidado por taxistas, em Brusque

Caso ocorreu na noite de segunda-feira, nas proximidades da rodoviária, no Centro

Motorista da Uber é intimidado por taxistas, em Brusque

Caso ocorreu na noite de segunda-feira, nas proximidades da rodoviária, no Centro

O primeiro atrito entre taxistas e motorista da Uber ocorreu por volta das 18h de segunda-feira, 30, em Brusque. Um homem, motorista da Uber, registrou um boletim de ocorrência para informar que foi buscar uma passageira próximo à rodoviária, na rua Manfredo Hoffmann, no Centro, quando foi ‘fechado’ por taxistas da rodoviária.

Segundo o relato, após colocar as malas da cliente no veículo, quatro carros de táxi trancaram o carro do motorista e saíram em direção ao homem. Ele então manobrou o carro e conseguiu fugir do local, mas foi perseguido pelos taxistas.

O motorista da Uber e a passageira ficaram nervosos com a situação, então ele deixou a mulher em um local a caminho de onde ela queria e, somente um tempo depois conseguiu fechar a chamada no aplicativo.

O Município tentou contato com o motorista, que preferiu não se manifestar sobre o caso e afirma já ter resolvido a situação entre ele e os taxistas.

Projeto que regulamenta Uber é aprovado no Senado com modificações

O Senado aprovou na noite de terça-feira, 31, o projeto que regulamenta o uso dos aplicativos de transporte no país como Uber, Cabify e 99. Os senadores aprovaram o texto que veio da Câmara com duas principais alterações: retiraram a exigência da chamada placa vermelha e a obrigatoriedade de que os motoristas sejam proprietários dos veículos que utilizarem para a comercialização do serviço.

Como foi alterada, a proposta precisa agora ser apreciada novamente pelos deputados. Na votação, os parlamentares aprovaram duas emendas acolhidas pelo relator, senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), e rejeitaram outras sugestões de alteração do texto, como a que limitava a 5% o valor cobrado pelas empresas aos motoristas de aplicativos.

O texto-base do projeto foi aprovado por 46 votos favoráveis, 10 contrários e uma abstenção. As demais votações foram feitas de forma simbólica, o que gerou confusões e discordâncias em plenário sobre o procedimento conduzido pelo presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio