Conteúdo exclusivo para assinantes
Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

MP-SC e defesa indicam testemunhas para júri de acusada da morte de Chico Wehmuth

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

MP-SC e defesa indicam testemunhas para júri de acusada da morte de Chico Wehmuth

Página 3

Depois de dois anos de recursos e mais recursos, no TJ-SC e no Superior Tribunal de Justiça (STJ), retornou à Vara Criminal de Brusque, para prosseguimento, a ação judicial na qual o Ministério Público acusa Sandra Maria Bernardes, ex-companheira do empresário Chico Wehmuth, de tê-lo assassinado, por meio de envenenamento por chumbinho.

Wehmuth faleceu em junho e de 2014 e a sentença, proferida em 2016, foi pela realização de júri popular para decidir o caso.

Ao receber de volta o processo, após a infinidade de recursos protelatórios típica do sistema judicial brasileiro, o juiz Edemar Leopoldo Schlösser determinou que MP-SC e a defesa da acusada apresentem uma lista de até cinco testemunhas para prestar depoimento no dia do júri, que ainda será marcado.

A Promotoria já apresentou sua lista, que inclui o delegado Alex Bonfim Reis, da Divisão de Investigações Criminais (DIC), Dinara Wehmuth, filha de Chico, e Zulmar Vieira Coutinho, médico legista.

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio