Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Mudança na lei de evasão escolar não afetará atuação do Conselho Tutelar

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Mudança na lei de evasão escolar não afetará atuação do Conselho Tutelar

Página 3

Uma das primeiras leis sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro diz respeito à evasão escolar. A matéria estipula que a escola deve alertar o Conselho Tutelar caso o aluno atinja 30% do limite de faltas.

Contudo, conforme esclarece a promotora de justiça Fernanda Crevanzi Vailati, da 1ª Promotoria de Justiça de Brusque, em Santa Catarina, segue vigorando outro programa de combate à evasão escolar, o Apoia.

O atual programa é mais rigoroso, alertando o Conselho Tutelar após cinco faltas consecutivas ou sete alternadas em um mês. O Apoio é uma parceria entre Ministério Público de Santa Catarina e Secretaria de Estado da Educação.

Veja também:
Direção se manifesta sobre possibilidade de cobrança de estacionamento no Hospital Azambuja

Prefeitura de Brusque quer repassar recursos para compra de armamento para a PM 

Fundema iniciará fiscalizações em empresas de tinturaria neste mês

Sem administração definida, parque Leopoldo Moritz sofre com falta de manutenção

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Seis maus hábitos que atrapalham o trânsito de Blumenau

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio